o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras

Modern synthesis and extended synthesis of biological evolution in the perspective of biological sciences academics from two brazilian universities

Síntesis moderna y síntesis extendida de la evolución biológica en la perspectiva de académicos de ciencias biológicas de dos universidades brasileñas

Autores/as

  • Aline Alves da Silva Universidade Estadual de Maringá
  • Lourdes Aparecida Della Justina Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Maria Júlia Corazza Universidade Estadual de Maringá

Palabras clave:

Evolução. Formação de professores. Síntese estendida. Síntese moderna. (pt).

Resumen (pt)

Este trabalho teve como objetivo analisar os discursos apresentados pelos acadêmicos de Ciências Biológicas de duas universidades brasileiras quanto a seus conhecimentos em relação ao tema evolução biológica, buscando identificar indícios de que conhecimentos provenientes da teoria da síntese estendida estão (ou não) sendo abordados durante a graduação. Para a constituição dos dados, foi solicitado que os sujeitos apresentassem justificativa para seu posicionamento de concordar ou discordar das afirmativas propostas sobre o tema. As explicações dos estudantes foram interpretadas por meio da análise de discurso, que permitiu a identificação da presença de termos como epigenética, plasticidade fenotípica, desenvolvimento biológico, entre outros. Concluiu-se que a citação desses conceitos configura-se em indício discursivo de que esses conhecimentos estão ampliando a forma como a evolução está sendo compreendida também pelos estudantes de graduação dos cursos de Ciências Biológicas investigados.

Resumen (en)

This work aims to analyze discourses presented by Biological Science undergraduates from two Brazilian Universities regarding their knowledge of Biological Evolution. It aims to identify evidence if the knowledge derived from the Theory of Extended Synthesis is (or is not) being addressed during the graduation period. To take data, we ask undergraduates students to defend whether they agreed or disagreed with proposals. The students' explanations were interpreted through discourse analysis, which allowed us to identify the presence of terms such as epigenetics, phenotypic plasticity, biological development, among others. It was concluded that by citing these concepts, discursive evidence is configured that this knowledge is expanding the way in which evolution is also being understood by undergraduate students of the Biological Sciences courses investigated.

Resumen (es)

El artículo tuvo como objetivo analizar los discursos presentados por los académicos de ciencias biológicas de dos universidades brasileñas en cuanto a sus conocimientos relacionados al tema Evolución Biológica, buscando identificar evidencias de que los conocimientos provenientes de la Teoría de la Síntesis Extendida están (o no) siendo tomadas durante la graduación. Para la constitución de los datos, se pidió a los sujetos que justificaran su posición para estar de acuerdo o en desacuerdo con las declaraciones propuestas sobre el tema. Las explicaciones de los estudiantes fueron interpretadas por medio del análisis del discurso, que nos permitió la identificar la presencia de términos como epigenética, plasticidad fenotípica, desarrollo biológico, entre otros. Se concluyó que al citar esos conceptos se configura una evidencia discursiva de que esos conocimientos están ampliando la forma como la evolución está siendo comprendida también por los estudiantes de pregrado de los cursos de Ciencias Biológicas investigados.

Referencias

ALMEIDA, Ana Maria Rocha de; EL-HANI, Charbel Niño. Um exame histórico-filosófico da biologia evolutiva do desenvolvimento. Scientiae Studia, v. 8, n. 1, p. 9-10, 2010.

https://doi.org/10.1590/S1678-31662010000100002

CESCHIM, Beatriz; OLIVEIRA, Thais Benetti; CALDEIRA, Ana Maria de Andrade. Teoria Sintética e Síntese Estendida: uma discussão epistemológica sobre articulações e afastamentos entre essas teorias. Filosofia e História da Biologia, v. 11, n. 1, p. 1-29, 2016.

DARWIN, Charles. On the origin of species. published on, v. 24, 1859.

DAWKINS, Richard. O gene egoísta. Editora Companhia das Letras, 2007.

DICKINS, Thomas E.; RAHMAN, Qazi. The extended evolutionary synthesis and the role of soft inheritance in evolution. Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, v. 279, n. 1740, p. 2913-2921, 2012.

https://doi.org/10.1098/rspb.2012.0273

PMid:22593110 PMCid:PMC3385474

DOBZHANSKY, Theodosius. Nothing in biology makes sense except in the light of evolution. The american biology teacher, v. 35, n. 3, p. 125-129, 1973.

https://doi.org/10.2307/4444260

FUTUYMA, Douglas. J. Evolution. Sunderland, MA: Sinauer, 2013.

GAUTHIER, Clermont. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Unijuí, 1998.

GILBERT, S. F. Biologia do desenvolvimento. 5ª ed. FUNPEC editora. Ribeirão Preto - SP, 2003.

JABLONKA, Eva; LAMB, Marion J. Evolução em quatro dimensões: DNA, comportamento e a história da vida. Companhia das Letras, 2010.

LALAND K. N, ULLER T, FELDMAN M.W, STERELNY K, MULLER G.B, MOCZEK A, JABLONKA E, Odling-Smee J. The extended evolutionary synthesis: its structure, assumption sand predictions. The Royal Society Publishing, 2015.

https://doi.org/10.1098/rspb.2015.1019

PMid:26246559 PMCid:PMC4632619

LIMA, Neuza Rejane Wille et al. Plasticidade fenotípica. Revista de Ciência Elementar, v. 5, n. 2, p. 017, 2017.

https://doi.org/10.24927/rce2017.017

MAYER, Ernst. O que é evolução. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

MEYER, Diogo; EL-HANI, Charbel Nino. Evolução: o sentido da biologia. Unesp, 2005.

https://doi.org/10.7476/9788539302758

MÜLLER, Gerd B. Why an extended evolutionary synthesis is necessary. Interface focus, 2017, 7.5: 2017.

https://doi.org/10.1098/rsfs.2017.0015

PMid:28839929 PMCid:PMC5566817

OLIVEIRA, Thais Benetti; BRANDO, Fernanda da Rocha, KOHLSDORF, Tiana, CALDEIRA, Ana Maria de Andrade. Eco-Evo-Devo: uma (re) leitura sobre o papel do ambiente no contexto das Ciências Biológicas. Filosofia e História da Biologia, v. 11, n. 2, p. 323-346, 2016.

OLIVEIRA, Thais Benetti; CALDEIRA, Ana Maria de Andrade; BRANDO, Fernanda. Evolução biológica: ECO-EVO-DEVO na formação inicial de professores e pesquisadores. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias: Góndola, Ens Aprend Cienc, v. 12, n. 2, p. 81-98, 2017.

https://doi.org/10.14483/23464712.10847

ORLANDI, Eni. P. Discurso, imaginário social e conhecimento. Em aberto. Brasília, ano, v. 14, 1994.

ORLANDI, Eni P. Michel Pêcheux e a análise de discurso. Estudos da Língua (gem), v. 1, p. 9-13, 2005.

https://doi.org/10.22481/el.v1i1.973

ORLANDI, Eni Puccinelli. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Editora da UNICAMP, 2007.

https://doi.org/10.7476/9788526814707

ORLANDI, Eni P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 8 ed. Campinas - SP: Pontes, 2009.

PIGLIUCCI, Massimo. An extended synthesis for evolutionary biology. Annals of the New York Academy of Sciences, v. 1168, n. 1, p. 218-228, 2009.

https://doi.org/10.1111/j.1749-6632.2009.04578.x

PMid:19566710

PIGLIUCCI, Massimo; MULLER, Gerd. Evolution the extended synthesis. 2010.

https://doi.org/10.7551/mitpress/9780262513678.001.0001

PÊCHEUX, Michel; Inversões, Delocamentos. Sobre a (des-) construção das teorias lingüísticas. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, n. 2, p. 7-32, 1998.

REIS, Claudio Ricardo Martins; ARAÚJO, Leonardo Augusto Luvison. A natureza das mudanças na biologia evolutiva contemporânea: Síntese Evolutiva Estendida?. Revista Dissertatio de Filosofia, v. 50, p. 133-150, 2019.

REVERSI, L. F. Síntese Estendida - Uma Investigação Histórico-Filosófica. 2015.

f. DISSERTAÇÃO (Mestrado em Educação para a Ciência) Faculdade de Ciências, UNESP, Bauru, 2015

RIBEIRO, Maria Stefânia Przybylska. Plasticidade fenotípica de características morfológicas de Drosophilacardini. 2014.

RIDLEY, Mark. Evolução. Artmed Editora, 2009.

SANTOS, Wellington Bittencourt; EL-HANI, Charbel Niño. A abordagem do pluralismo de processos e da evo-devo em livros didáticos de biologia evolutiva e zoologia de vertebrados. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 15, n. 3, p. 199-216, 2013

https://doi.org/10.1590/1983-21172013150312

SILVA, Mariane Tavares; SANTOS, Charles Morphy Dias. Uma análise histórica sobre a seleção natural: de Darwin-Wallace à Síntese Estendida da Evolução. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 11, n. 22, p. 46-61, 2015.

https://doi.org/10.18542/amazrecm.v11i22.2122

SILVA, Aline Alves; JUSTINA, Lourdes A. Della; SCHEIFELE, Alexandre; SCHNEIDER, Eduarda Maria. Análise dos conceitos de genótipo e fenótipo em livros didáticos de Biologia brasileiros datados de 1950 a 2013. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. e220973849-e220973849, 2020.

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.3849

SCHEIFELE, Alexandre; CORAZZA, Maria Júlia; DELLA JUSTINA, Lourdes Aparecida. Concepções de professores de biologia em formação inicial sobre evolução biológica. Research, Society and Development, v. 9, n. 8, p. e797986421-e797986421, 2020.

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.6421

STRATHERN, Paul. Darwin e a evolução em 90 minutos. Zahar, 2001.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Editora Vozes Limitada, 2012.

VIEIRA, Gilberto Cavalheiro. Admirável mundo novo: A epigenética, 2017. In: ARÁUJO, Leonardo Augusto Luvison (Org.). Evolução Biológica: da pesquisa ao ensino. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2017.

ZABOTTI, Kamilla. Um estudo sobre o ensino dos temas "Origem da Vida" e "Evolução Biológica" em dissertações e teses brasileiras (2006 a 2016). 2018. 184 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de concentração: Sociedade, Estado e Educação, Linha de Pesquisa: Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Cascavel, 2018.

Cómo citar

APA

Alves da Silva, A., Della Justina, L. A. ., & Corazza, M. J. . (2021). o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras. Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias, 16(3), 553–568. https://doi.org/10.14483/23464712.16404

ACM

[1]
Alves da Silva, A., Della Justina, L.A. y Corazza, M.J. 2021. o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras. Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias. 16, 3 (oct. 2021), 553–568. DOI:https://doi.org/10.14483/23464712.16404.

ACS

(1)
Alves da Silva, A.; Della Justina, L. A. .; Corazza, M. J. . o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras. Góndola enseñ. aprendiz. cienc. 2021, 16, 553-568.

ABNT

ALVES DA SILVA, A.; DELLA JUSTINA, L. A. .; CORAZZA, M. J. . o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras. Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias, [S. l.], v. 16, n. 3, p. 553–568, 2021. DOI: 10.14483/23464712.16404. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/16404. Acesso em: 30 nov. 2021.

Chicago

Alves da Silva, Aline, Lourdes Aparecida Della Justina, y Maria Júlia Corazza. 2021. «o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras». Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias 16 (3):553-68. https://doi.org/10.14483/23464712.16404.

Harvard

Alves da Silva, A., Della Justina, L. A. . y Corazza, M. J. . (2021) «o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras», Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias, 16(3), pp. 553–568. doi: 10.14483/23464712.16404.

IEEE

[1]
A. Alves da Silva, L. A. . Della Justina, y M. J. . Corazza, «o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras», Góndola enseñ. aprendiz. cienc., vol. 16, n.º 3, pp. 553–568, oct. 2021.

MLA

Alves da Silva, A., L. A. . Della Justina, y M. J. . Corazza. «o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras». Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias, vol. 16, n.º 3, octubre de 2021, pp. 553-68, doi:10.14483/23464712.16404.

Turabian

Alves da Silva, Aline, Lourdes Aparecida Della Justina, y Maria Júlia Corazza. «o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras». Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias 16, no. 3 (octubre 27, 2021): 553–568. Accedido noviembre 30, 2021. https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/16404.

Vancouver

1.
Alves da Silva A, Della Justina LA, Corazza MJ. o Síntese moderna e síntese estendida da evolução biológica na perspectiva de acadêmicos de ciências biológicas de duas universidades brasileiras. Góndola enseñ. aprendiz. cienc. [Internet]. 27 de octubre de 2021 [citado 30 de noviembre de 2021];16(3):553-68. Disponible en: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/16404

Descargar cita

Visitas

14

Dimensions


PlumX


Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.