Paisagens sonoras, música e industria cultural: problematização na formação inicial de professores de física

Sound landscapes, music and cultural industry: problematization in pre-service physics teachers education

Paisajes sonoros, música e industria cultural: problematización en la formación inicial de profesores de física

Palabras clave: teaching, learning, initial training, physics teaching and music, physics and culture (en_US)
Palabras clave: enseñanza, aprendizaje, formación inicial (es_ES)
Palabras clave: ensino, aprendizagem, formação inicial (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

Neste trabalho são explicitadas considerações sobre atividades educacionais envolvendo análise de paisagens sonoras, música e indústria cultural, desenvolvidas com estudantes de   um curso de Licenciatura em Física, numa instituição de Ensino Superior na cidade de Curitiba, estado do Paraná, Brasil, em 2016. Este trabalho possui fundamentos na Teoria Crítica, conforme proposições de Theodor Adorno, na teoria da ação dialógica, de Paulo Freire, e em estudos de paisagens sonoras, de acordo com Raymond Murray Schafer. As ações compreendidas neste trabalho agregaram a identificação e a caracterização de elementos de paisagem sonora e música, com estabelecimento de relações com a indústria cultural. Nesse contexto foram constituídos dados por meio de observação direta, com registros escritos em diário de campo e gravações em áudio, assim como produções escritas dos participantes. Esses dados foram analisados conforme pressupostos e características de análise de conteúdo apresentada por Laurence Bardin. Entre os resultados podem ser destacados avanços em relação ao desenvolvimento de percepção auditiva, aprendizagem de conteúdos de Física, críticas à paisagem sonora observada, aspectos musicais e reflexão em relação às imposições da indústria cultural.

Resumen (en_US)

In this paper, we explained considerations on educational activities involving analysis of sound landscapes, music, and cultural industry, developed with undergraduate students in Physics Teacher Education course, in a University at Curitiba city, State of Paraná, Brazil. in 2016. This work has its grounds on Critical Theory, according to propositions of Theodor Adorno, on Theory of the Dialogic Action, by Paulo Freire, and on studies of soundscapes, according to Raymond Murray Schafer. The actions included in this work comprehended the identification and characterization of elements of soundscapes and music, establishing relations with the cultural industry. In this context, data were collected through direct observation, with written records in field diary and audio recordings, as well as written productions of the participants. These data were analyzed according to assumptions and characteristics of Content Analysis presented by Laurence Bardin. Among the results it can be highlighted advances concerning the development of listening perception, learning of Physics contents, critics towards the observed soundscapes, and reflections about the impositions of the cultural industry.

Resumen (es_ES)

En este trabajo se explicitan consideraciones sobre actividades educativas involucrando análisis de paisajes sonoros, música e industria cultural, desarrolladas con estudiantes de un programa de Licenciatura en Física, en una Institución de Educación Superior, en la ciudad de Curitiba, estado de Paraná, Brasil, en 2016. Este trabajo tiene fundamentos en la teoría crítica, según la propuesta de Theodor Adorno; en la teoría de la acción dialógica, de Paulo Freire, y en estudios de paisajes sonoros, de acuerdo con Raymond Murray Schafer. Las acciones comprendidas en este trabajo permitieron la identificación y la caracterización de elementos de paisajes sonoros y de música, estableciendo relaciones con la industria cultural. En ese contexto fueron constituidos datos por medio de la observación directa, con registros escritos en un diario de campo y grabaciones en audio, así como producciones escritas de los participantes. Estos datos se analizaron según los supuestos y las características de análisis de contenido presentada por Laurence Bardin. Entre los resultados se destacan avances en relación al desarrollo de la percepción auditiva, el aprendizaje de contenidos de Física, críticas al paisaje sonoro observado y aspectos musicales, y la reflexión sobre las imposiciones de la industria cultural.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

José de Oliveira Costa Junior, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR, Brasil

Licenciado em Física e Mestrando em Ensino de Ciências do Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica - PPGFCET pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR (Brasil). Docente da Secretaria de Estado da Educação do Paraná - SEED (Brasil).

Noemi Sutil, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR, Brasil

Licenciada em Física e Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG (Brasil). Doutora em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP (Brasil). Docente e pesquisadora do Departamento Acadêmico de Física e Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica - PPGFCET da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR (Brasil).

João Amadeus Pereira Alves, Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR, Brasil

Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG (Brasil). Mestre e Doutor em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP (Brasil). Docente e pesquisador do Departamento Acadêmico de Física e Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica - PPGFCET da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR (Brasil).

Referencias

ADORNO, T. Indústria Cultural e Sociedade. 2 ed. Editora Paz e Terra. São Paulo: Brasil. 2002.

AUSUBEL, D.P.; NOVAK, J.D.; HANESIAN, H. Psicologia educacional. Editora Interamericana. Rio de Janeiro: Brasil. 1980.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Edições 70. São Paulo: Brasil. 2011.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. Traduzido por: COSTA, J. E. 3 ed. Editora Artmed. Porto Alegre: Brasil. 2009.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Editora Paz e Terra. Rio de Janeiro: Brasil. 1970.

MONTEIRO JÚNIOR, F.N. Educação Sonora: Encontro entre ciências, tecnologia e cultura. 315 p. Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Doutorado em Educação para a Ciência – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Bauru, 2012. Disponível em . Acesso em: 13, set., 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320160030015

PIMENTEL-SOUZA, F. Efeito do ruído no homem dormindo e acordado. In: ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ACÚSTICA EM SIMPÓSIO INTERNACIONAL, 19, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... XIX ESBA. Meio digital. 2000. Disponível em . Acesso em: 13, set., 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-21172008100202

SCHAFER, R.M. A Afinação do Mundo. Uma exploração pioneira pela história passada e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto do nosso ambiente: A paisagem sonora. Traduzido por: FONTERRADA, M. T. O. Editora UNESP. São Paulo: Brasil. 2001.

SCHAFER, R.M. Educação sonora: 100 exercícios de escuta e criação de sons. Traduzido por: FONTERRADA, M.T.O. Editora Melhoramentos. São Paulo: Brasil. 2009.

Cómo citar
de Oliveira Costa Junior, J., Sutil, N., & Pereira Alves, J. A. (2019). Paisajes sonoros, música e industria cultural: problematización en la formación inicial de profesores de física. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 14(2), 322-339. https://doi.org/10.14483/23464712.13852
Publicado: 2019-07-31
Sección
ARTÍCULOS