Sistemas de numeração á luz de uma abordagem histórico-epistemológica

Numbering systems in the light of a historical-epistemological approach

Sistemas de numeración a la luz de un enfoque histórico-epistemológico

Palabras clave: history, epistemology, numerical systems (en_US)
Palabras clave: historia, epistemología, sistemas numéricos (es_ES)
Palabras clave: história, epistemologia, sistemas numéricos (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

A inclusão da abordagem histórica no ensino de conteúdos escolares vem sendo defendida nas últimas décadas por pesquisadores de diversas áreas, pois permite aos envolvidos nos processos de ensino e de aprendizagem, uma visão crítica e reflexiva acerca dos assuntos estudados, dando mais sentido ao conhecimento sistematizado e compartilhado com as novas gerações. Desse modo, o presente artigo tem por objetivo investigar o papel da abordagem histórico-epistemológica como fundamentação metodológica para a elaboração de uma síntese acerca do desenvolvimento dos sistemas de numeração. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de natureza qualitativa, mediante revisões em livros, teses, dissertações e artigos científicos que tratam do tema. Foi possível evidenciar os encaminhamentos dados por diversas civilizações frente à necessidade de empreender quantificações, até a estabilização de um sistema eficiente de numeração que superou os limites dos sistemas predecessores. A abordagem histórico-epistemológica ofereceu condições metodológicas para uma ampliação de conhecimentos relativos ao objeto de estudo, favorecendo um aprofundamento da pesquisa realizada.

Resumen (en_US)

Consider the inclusion of a historical approach to treating contents in the teaching process, has been defended in recent decades by researchers from different areas since it allows the development of critical and reflexive views by teachers and students.  This improves the meaning of systematized knowledge shared with subsequent generations. Thus, the present article aims to investigate the role of the historical-epistemological approach as a methodological foundation for the elaboration of synthesis on the development of numbering systems. For this, qualitative research was carried out, through reviews in books, theses, dissertations, and scientific articles that address the same subject matter. There are pieces of evidence about referrals by many civilizations highlighting the need to undertake quantification, in order to establish a numbering system more efficient than existing systems at the time. The historical-epistemological approach offered methodological conditions for an increase in knowledge regarding the object of study, favouring a deepening of the research carried out.

Resumen (es_ES)

La inclusión del enfoque histórico para el tratamento de contenidos escolares en processos de enseñanza, viene siendo defendida en las últimas décadas por investigadores de diversas áreas, pues permite a los involucrados en los procesos de enseñanza y aprendizaje, una visión crítica y reflexiva acerca de los asuntos estudiados, dando más sentido al conocimiento sistematizado que se compaerte con las nuevas generaciones. De este modo, el presente artículo investiga el papel del abordaje histórico-epistemológico como fundamento metodológico para la elaboración de una síntesis acerca del desarrollo de los sistemas de numeración. Para ello, se realizó una investigación de naturaleza cualitativa, mediante revisiones en libros, tesis, disertaciones y artículos científicos que tratan del tema. Es posible evidenciar las propuestas hechas por diversas civilizaciones frente a la necesidad de emprender cuantificaciones, hasta la estabilización de un sistema eficiente de numeración que superó los límites de los sistemas predecesores. El enfoque histórico-epistemológico ofreció condiciones metodológicas para una ampliación de conocimientos relativos al objeto de estudio, favoreciendo la profundización de la investigación realizada.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Rafael Marques Pinheiro, Universidade Federal Tecnológica do Paraná – UTFPr, Londrina, Paraná, Brasil

Mestrando em Mestrado Profissional em Ensino de Matemática pela Universidade Federal Tecnológica do Paraná – UTFPr, Londrina, Paraná, Brasil.

Simone Luccas, Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP, Campus de Cornélio Procópio, Paraná, Brasil.

Doutora em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Professora Adjunta do Colegiado de Matemática e Vice Coordenadora do Programa de Pós-Graduação - Mestrado Profissional em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP, Campus de Cornélio Procópio, Paraná, Brasil.

Lucken Bueno Lucas, Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP, Campus de Cornélio Procópio, Paraná, Brasil

Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Professor Adjunto do Colegiado de Ciências Biológicas e Coordenador do Programa de Pós-Graduação - Mestrado Profissional em Ensino da Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP, Campus de Cornélio Procópio, Paraná, Brasil.

Referencias

ALMEIDA, M.C. Origens da Matemática: a pré-história da matemática. (Vol 1). Editora Progressiva. Curitiba: Brasil. 2009.

ANDRÉ, M. O que é um estudo de caso qualitativo em educação? Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, pp. 95-103. 2013. DOI: https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.v22.n40.753

ARAMAN, E.M.O. Contribuições da história da matemática para a construção dos saberes do professor de matemática. 228p. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil, 2011. Disponível em : , Visitado em 15 abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/s0103-636x2013000100002

ASTOLFI, J.P.; DEVELAY, M. A Didática das Ciências. Papirus. Campinas, SP: Brasil. 1995.

BARONI, R.; NOBRE, S.A pesquisa em história da matemática e suas relações com a Educação Matemática. In: BICUDO, M.A.V. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática: concepções e perspectivas. UNESP. São Paulo: Brasil. 1999. pp. 129-149. DOI: https://doi.org/10.24824/978854442930.3

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Matemática. Brasília: Brasil. 1997.

BRASIL. Secretaria de Estado da Educação do Paraná. Diretrizes Curriculares da Educação Básica Matemática. Paraná: Brasil. 2008. DOI: https://doi.org/10.4025/imagenseduc.v7i1.34006

BOYER, C.B. História da Matemática. 2a. ed. Trad. GOMIDE, E.F. Blücher. São Paulo: Brasil. 1996.

EVES, H. Introdução à História da Matemática. 5a. ed. Trad. DOMINGUES, H.H. Editora da UNICAMP. Campinas: Brasil. 2011.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5a. ed. Atlas. São Paulo: Brasil. 2010.

GODOY, A.S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, pp. 57-63. 1995. DOI: https://doi.org/10.1590/s0034-75901995000200008

IFRAH, G. História Universal dos Algarismos: a inteligência dos homens contada pelos números e pelo cálculo. Vol. 1. Trad. MUÑOZ, A.; KATINSKY, A.B. Nova Fronteira. Rio de Janeiro: Brasil. 1997.

IFRAH, G. Os números: a história de uma grande invenção. Globo. São Paulo: Brasil. 2010.

LUCAS, L. B. Contribuições axiológicas e epistemológicas ao ensino da teoria da evolução de Darwin. 206p. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil, 2010. Disponível em : < http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000154961> Visitado em 15 abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320160030015

LUCCAS, S. Abordagem histórico-filosófica na educação matemática: apresentação de uma proposta pedagógica. 222p. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil, 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320160030015

MARTINS, A.F. História e Filosofia da Ciência no Ensino: há muitas pedras nesse caminho. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. Santa Catarina, v. 24, n. 1, pp. 112-131, 2007. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n1p227

MATTHEWS, M. História, Filosofia e ensino de Ciências: a tendência atual de reaproximação. Caderno Catarinense de Ensino de Física. Florianópolis, v. 12, n. 3, pp. 164-214. 1995. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n1p227

MIGUEL, A. Três estudos sobre História e Educação Matemática. 274p. Doutorado em Educação. Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil, 1993. Disponível em: < http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253114 >, visitado em 15 abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.34037/978-989-54295-2-3_3_8

MIGUEL, A., MIORIM, M. Â. História na Educação Matemática: propostas e desafios. Autêntica. Belo Horizonte: Brasil. 2011.

PATERLINI, R.R. Aritmética dos números inteiros. Departamento de Matemática UFSCar. São Carlos: Brasil. 2008.

ROQUE, T. História da Matemática: uma visão crítica, desfazendo mitos e lendas. Zahar. Rio de Janeiro: Brasil. 2012.

WALDOMIRO, T.C. Abordagem Histórico-Epistemológica no Ensino da Geometria fazendo uso da Geometria Dinâmica. 90p. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-Graduação em Educação. Faculdade de Educação. Universidade de São Paulo, SP, Brasil, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04072011-145346/pt-br.php >. Visitado em: 15 abr 2019. DOI: https://doi.org/10.11606/d.48.2011.tde-04072011-145346

Cómo citar
Marques Pinheiro, R., Luccas, S., & Bueno Lucas, L. (2019). Sistemas de numeración a la luz de un enfoque histórico-epistemológico. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 14(2), 243-267. https://doi.org/10.14483/23464712.13030
Publicado: 2019-07-31
Sección
ARTÍCULOS