Aprendizagem baseada em projetos e formação de professores: uma possibilidade de articulação entre as dimensões estratégica, humana e sócio-política da didática

Learning based on projects and teachers education: an articulation possibility between strategy, human and socio politics dimensions of didactic

  • Bruno Vicente Lippe Pasquarelli Universidade do Sagrado Coração
  • Thais Benetti de Oliveira Universidade do Sagrado Coração (USC)
Palabras clave: learning, citizenship, teaching, teacher training, project (en_US)
Palabras clave: aprendizagem, cidadania, didática, formação de professores, projetos (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

Com a ênfase na formação de professores por meio da interação entre aspectos conceituais, procedimentais e axiológicos, o presente artigo visou estabelecer a importância da construção de um conceito multidimensional de didática, cujas dimensões técnicas, humanas e sócio-políticas possibilitem a construção de um sujeito participante e ativo na sociedade, com vistas a promover a prática cidadã a partir de processos de ensino e de aprendizagem. Para tanto, delimitou-se a importância do processo de aprendizagem por meio complexidade de questões conceituais, procedimentais e axiológicas, o que necessariamente torna a didática pautada a partir de um processo multidimensional, consolidando o paradigma da construção do cidadão e do conceito de cidadania por meio de uma dimensão prática, com exercício da civilidade e contrapondo responsabilidade à indiferença.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Bruno Vicente Lippe Pasquarelli, Universidade do Sagrado Coração
Professor da Universidade do Sagrado Coração.
Thais Benetti de Oliveira, Universidade do Sagrado Coração (USC)
Graduada no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho- Campus de Bauru. Mestra em Educação para Ciência pelo Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciência pela Faculdade de Ciências da Unesp- Bauru. Doutora em Educação para Ciência pelo programa de Pós-Graduação em Educação para Ciência. Atualmente, envolve-se em pesquisas concernentes à Epistemologia da Biologia e às implicações desses estudos na Didática da Biologia. Participa do Grupo de Pesquisa em Epistemologia da Biologia (GPEB) desde 2009. Foi coordenadora das atividades do GPEB durante o ano de 2013. Tem experiência de 3 anos como professora da Universidade Estadual Paulista- Campus de Bauru- atuando nas disciplinas de Didática, Estágios Supervisionados, Práticas de Ensino e Estrutura e Funcionamento do Ensino Fundamental e Médio. Possui experiência em produção de material Didático para curso de Formação Continuada para professores do Ensino Fundamental II (curso desenvolvido pela Saraiva Educação).Atualmente é tutora e coordenadora da disciplina de Ciências do curso Além da Prática 2 desenvolvido pela Saraiva Educação na modalidade EAD. Pós-Doutoranda em Educação para Ciência junto à Faculdade de Ciências da Unesp-Bauru.

Referencias

BEHRENS, M. A.; JOSÉ, E. M. A. Aprendizagem por projetos e os contratos didáticos. Revista Diálogo Educacional, v. 2, n. 3, pp. 1-19. 2001.

BELL, B. F.; PEARSON, J. Better Learning. International Journal of Science Education, v. 14, n. 3, pp. 349-361. 1992.https://doi.org/10.1080/0950069920140310

CACHAPUZ, A.; PRAIA, J.; JORGE, M. Da educação em ciência às orientações para o Ensino das Ciências: um repensar epistemológico. Ciência & Educação, v. 10, n. 3, pp. 363-381. 2004.https://doi.org/10.1590/S1516-73132004000300005

CALDEIRA, A. M. A.; MANECHINE, S. R. S. Apresentação e Representação de fenômenos biológicos a partir de um canteiro de plantas. Investigações em Ensino de Ciências, v.12, n.02, pp. 227-261. 2007.

CALDEIRA, A.M.A; BASTOS, F. A Didática como área do conhecimento. In: CALDEIRA, A. M. A; ARAÚJO, E. S. N. N. (Org.). Introdução à Didática da Biologia. Escrituras. São Paulo: Brasil, 2009. pp.13-33.

CANDAU, V. M. A didática e a formação de educadores- Da exaltação à negação: a busca da relevância. In: CANDAU, V. M. (Org.) A didática em questão. 36 ed. Vozes. Petrópolis: Brasil, pp.13-75, 2014.

CARVALHO, A. M. P.; GIL-PEREZ, D. O saber e o saber fazer do professor. In: CASTRO, A.M.; CARVALHO, A. M. P. (Org.) Ensinar a Ensinar. Pioneira Thomson Learning. São Paulo: Brasil, pp. 107-124, 2001.

COHN, G. Civilização, cidadania e civismo: a teoria política frente aos novos desafios. In: Filosofia política contemporânea. Controvérsias sobre civilização, império e cidadania. CLACSO. Buenos Aires: Argentina, 2006.

COLL, C. et al. Os conteúdos na reforma. Artmed. Porto Alegre: Brasil, 2000.

DAL PIAN, M. C. O Ensino de ciência e cidadania. Em Aberto, v. 11, n. 55, pp.48-57, 1992.

GIBBONS, M. et al. The New Production of Knowledge: The Dynamics of Science and Research in Contemporany Societies. Sage Publications. Londres: Inglaterra, 1994.

KRASILCHIK, M.; MARANDINO, M. Ensino de Ciências e Cidadania. 2a ed. Editora Moderna. São Paulo: Brasil, 2007.

LIPPE, E.M.O.; BASTOS, F. Formação Inicial de professores de Biologia: fatores que influenciam o interesse pela carreira do magistério. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 6, 2007, Florianópolis. Atas. (CD-ROM). Belo Horizonte, ABRAPEC, 2007.

LORENZETTI, L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. 143f. Maestría en Educação. Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Florianópolis, Santa Catarina, 2000.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Zahar. Rio de Janeiro: Brasil, 1967.

OLIVEIRA, L. M.; VENTURA, P. C. S. A prática da aprendizagem por projetos em três óticas distintas. Educ. Tecnol, v. 10, n. 2, pp. 22-28. 2005.

PEREZ, L. F. M.; CARVALHO, W. L. P. Contribuições e dificuldades da abordagem de questões sociocientíficas na prática de professores de ciências. Educação e Pesquisa, v. 38, n. 3, pp. 727-741. 2012.https://doi.org/10.1590/S1517-97022012005000014

POZO, J. I. Aprendizes e Mestres: A nova cultura da aprendizagem. Editora Artmed. São Paulo: Brasil, 2002.

POZO, J. I.; CRESPO, M. A. G. A aprendizagem e o Ensino de Ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico. 5 ed. Editora Artmed. São Paulo: Brasil, 2009.

PRAIA, J.; GIL-PÉREZ, D.; VILCHES, A. O papel da natureza da Ciência na educação para cidadania. Ciência & Educação, v. 13, n. 2, pp. 141-156. 2007. https://doi.org/10.1590/S1516-73132007000200001

RATCLIFFE, M.; GRACE, M. Science Education for Citizenship: Teaching Socio-Scientific Issues. Open University Press. Maidenhead: Estados Unidos, 2003.

REIS, P.; GALVÃO, C. Os professores de ciências naturais e a discussão de controvérsias sociocientifícas: dois casos distintos. Revista Electrónica de Enseñanza de la Ciencias, v. 7, n. 3, pp. 746-772. 2008.

SANTOS, M. L. Projetos didáticos: interdisciplinares e temáticos. In: CALDEIRA, A.M.A; ARAÚJO, E. S. N. N. (Org.). Introdução à Didática da Biologia. Escrituras. São Paulo: Brasil, 2009. pp. 206-220.

SANTOS, W. L. P. Educação científica: Uma revisão sobre suas funções para a construção do conceito de letramento científico como prática social. Revista Brasileira de Educação, v. 36, n. 12, pp. 474-492. 2007.https://doi.org/10.1590/S1413-24782007000300007

SANTOS, W. L. P. dos; MORTIMER, E. F. Humanistic Science Education from Paulo Freire’s ‘Education as the Practice of Freedom’ Perspective. In: X International Organization for Science and Technology Education (IOSTE) Symposium, PR, Foz do Iguaçu. Proceedings, v. 2, pp. 641-649, 2002.

SOMERS, M. Citizenship and the Place of the Public Sphere: Law, Community and Political Culture in the Transition to Democracy. American Sociological Review, v. 58, n. 5, pp. 587-620. 1993. https://doi.org/10.2307/2096277

TARDIF, M. Saberes Docentes e Formação Profissional. 4ed. Vozes. Petrópolis: Brasil, 2004.

TAVOLARO, S. Para além de uma cidadania à brasileira: uma consideração crítica da produção sociológica nacional. Revista de Sociologia e Política, v. 17, n. 32, pp. 95-120. 2009. https://doi.org/10.1590/S0104-44782009000100007

TOTI, F; PIERSON, A.C.; SILVA, L. Diferentes perspectivas de cidadania presentes nas discussões atuais em defesa da abordagem CTS na educação científica. VIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS. Anais. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, Brasil, 2009.

VILANOVA, R. A Cidadania nos Livros Didáticos de Ciências: mudança discursiva, mediações e tensões na dinâmica de produção das coleções didáticas para a educação pública. 190p. Doctorado en Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil. 2011.

Cómo citar
Pasquarelli, B. V. L., & Benetti de Oliveira, T. (2017). Aprendizagem baseada em projetos e formação de professores: uma possibilidade de articulação entre as dimensões estratégica, humana e sócio-política da didática. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 12(2), 186-203. https://doi.org/10.14483/23464712.10903
Publicado: 2017-07-07
Sección
ARTÍCULOS