A comunidade autorreflexiva na constituição dos conhecimentos de professor pela investigaçãoformação- ação

The self-reflective community in the consolidation of teacher’s knowledge through researcheducation- action

La comunidad autorreflexiva en la conformación de conocimientos del profesor mediante la investigación-formación-acción

  • Paula Vanessa Bervian Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Cerro Largo, Rio Grande do Sul, Brasil
  • María Cristina Pansera-de-Araújo Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), Ijuí, Rio Grande do Sul, Brasil.
Palabras clave: Science education, Teacher’s education, Qualitative research (en_US)
Palabras clave: enseñanza de ciencias, formación docente, investigación cualitativa (es_ES)
Palabras clave: ensino de ciências, formação de professores, pesquisa qualitativa (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

A construção de comunidades autorreflexivas articuladoras de professores em formação inicial e continuada para o estudo das Tecnologias da Informação e Comunicação provoca movimento profissional docente relevante. Investigamos indícios de elementos estruturantes, como a disposição pessoal, interposição profissional, composição pedagógica, recomposição investigativa e exposição pública, de uma comunidade autorreflexiva, por meio da investigação-formação-ação na constituição dos conhecimentos de professores de ciências. Isto numa relação dialética, que desencadeou a autotransformação dos envolvidos relacionada ao trabalho e à identidade docente. Para tanto, no segundo semestre de 2017, foram realizados e, posteriormente, analisados nove encontros de investigação-formação-ação do grupo de professores de ciências (licenciandos e professores da Educação Básica e Superior), mediados pelas tecnologias da informação e comunicação. Todos os encontros foram áudio-gravados, transcritos e analisados. Utilizamos a análise textual discursiva e o software Atlas. Ti 8 para a sistematização e interpretação dos dados. A comunidade autorreflexiva no seu processo evidenciou as inter-relações entre os elementos estruturantes, na sua constituição profissional.

Resumen (es_ES)

La construcción de comunidades autorreflexivas articuladoras de profesores en formación inicial y continuada, para el estudio de las tecnologías de la información y comunicación, produce un movimiento profesional docente relevante. Investigamos indicios de elementos estructurantes, como la disposición personal, interposición profesional, composición pedagógica, recomposición investigativa y exposición pública, de una comunidad autorreflexiva, mediante la investigación-formación-acción en la constitución de los conocimientos de profesores de ciencias. Esto en una relación dialéctica, que desencadenó la autotransformación de los involucrados relacionada con el trabajo y la identidad docente. Para ello, en el segundo semestre de 2017 se realizaron y posteriormente analizaron nueve encuentros de investigación-formación-acción del grupo de profesores de ciencias (estudiantes de licenciatura,  profesores de la educación básica y superior), mediados por las tecnologías de la información y comunicación. Todos los encuentros fueron audiograbados, transcritos y analizados. Utilizamos el análisis textual discursivo y el software Atlas. Ti 8 para la sistematización e interpretación de los datos. La comunidad autorreflexiva en su proceso evidenció las interrelaciones entre los elementos estructurantes, en su desarrollo profesional.

Resumen (en_US)

The formation of articulating self-reflective communities of teachers in both initial and continuous education, for the study of information and communication technologies, has produced a relevant teaching professional movement. We investigate the indications of structuring elements such as personal disposition, professional interposition, pedagogical composition, research re-composition, and public exposition of a self-reflective community, through research-education-action in the consolidation of science teachers’ knowledge. This is a dialectical relationship which triggered the self-transformation of those involved related to work and teacher identity. For that, in the second half of 2017, nine research-education-action meetings of a group of science teachers (undergraduate students and teachers of basic and higher education) were mediated by information technology and communication. All the meetings were audio-recorded, transcribed, and analyzed. We used discursive textual analysis and the software Atlas. Ti 8 for data systematization and interpretation. In its process, the self-reflexive community evidenced relationships between the structuring elements in their professional development.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Paula Vanessa Bervian, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Cerro Largo, Rio Grande do Sul, Brasil

Mestre em Biologia. Professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Cerro Largo, Rio Grande do Sul, Brasil. Doutoranda no Programa de Educação nas Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ).

María Cristina Pansera-de-Araújo, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), Ijuí, Rio Grande do Sul, Brasil.

Doutora em Genética e Biologia Molecular. Professora da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), Ijuí, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referencias

ARIZA, L.G. et al. Relações entre Análise Textual Discursiva e o software ATLAS.ti em interações dialógicas. Campo Abierto: Revista de Educación, [s.i.], v. 34, n. 2, pp. 105-124. 2015. Disponível em: <https://relatec.unex.es/revistas/index.php/campoabierto/article/view/2639>. Acesso em: 10 dez. 2019.

CANDELA RODRÍGUEZ, B.F. Documentación del conocimiento tecnológico y pedagógico del contenido, de un profesor de química ejemplar durante la implementación de un objeto de aprendizaje. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, Bogotá, v. 14, n. 1, pp. 143-161. 2019. Disponível em: <https://revistas.udistrital.edu.co/ojs/index.php/GDLA/article/view/13131/pdf>. Acesso em: 10 fev. 2019. https://doi.org/10.14483/23464712.13131

CARR, W.; KEMMIS, S. Teoria crítica de la enseñanza: la investigación-acción en la formación del professorado. Editora Martinez Roca. Barcelona: Espanha, 1988.

CARVALHO, A.M.P. de. Uma metodologia de pesquisa para estudar os processos de ensino e aprendizagem em salas de aula. In: SANTOS, F.M.T. dos; GRECA, I.M. A pesquisa em ensino de ciências no Brasil e suas metodologias. Editora Unijuí. Ijuí: Brasil. 2006. pp. 13-48.

GIROTTO JÚNIOR, G.; DE PAULA, M.A.; MATAZO, D.R.C. Análise do conhecimento sobre estratégias de ensino de futuros professores de química: vivência como aluno e reflexão como professor. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, Bogotá, v. 14, n. 1, pp. 35-50, 2019. Disponível em: <https://revistas.udistrital.edu.co/ojs/index.php/GDLA/article/view/13123/pdf_1>. Acesso em: 10 fev. 2019. https://doi.org/10.14483/23464712.13123

GÜLLICH, R. I. da C. O livro didático, o professor e o ensino de ciências: um processo de investigação-formação-ação. 2012. 263 f. (Tese Doutorado em Educação nas Ciências [Educação]). Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2012. Disponível em: <http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/2043/Roque%20da%20Costa%20G%C3%BCllich.pdf?sequence=1>. Acesso em: 17 jun. 2019.

GÜLLICH, R.I. da C. Investigação-formação-ação em ciências: um caminho para reconstruir a relação entre livro didático. Editora Appris. Curitiba: Brasil. 2013.

MISHRA, P.; KOEHLER, M.J. Technological Pedagogical Content Knowledge: a framework for teacher knowledge. Teachers College Record, Nova York, v. 108, n. 6, pp. 1017-1054. 2006. https://doi.org/10.1111/j.1467-9620.2006.00684.x

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 2, pp. 191-211, 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v9n2/04.pdf>. Acesso em: 26 jan. 2019. https://doi.org/10.1590/S1516-73132003000200004

MORAES, R.; GALIAZZI, M.C. Análise textual discursiva. 3. ed. Revisada e Ampliada. Editora Unijuí. Ijuí: Brasil. 2016.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Educa. Lisboa: Portugal. 2009.

NÓVOA, A. Pensar alunos, professores, escolas, políticas. Revista Educação, Cultura e Sociedade, Sinop, v. 2, n. 2, pp. 7-17. 2012. Disponível em: <http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/educacao/article/view/1004>. Acesso em: 01 jan. 2019.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, pp. 1106-1133. 2017. FapUNIFESP (SciELO). DOI: http://dx.doi.org/10.1590/198053144843. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742017000401106&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: 29 jan. 2019. https://doi.org/10.1590/198053144843

SANHUEZA, H.S. et al. Las TIC como herramientas cognitivas de inclusión en clases de física para estudiantes de enseñanza secundaria. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, Bogotá, v. 13, n. 1, pp. 306-324. 2018. Disponível em: <https://revistas.udistrital.edu.co/ojs/index.php/GDLA/article/view/12585/pdf>. Acesso em: 10 fev. 2019. https://doi.org/10.14483/23464712.12585

SHULMAN, L. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. Cadernos Cenpec, São Paulo, v. 4, n. 2, pp. 196-299. 2014. Disponível em: <http://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/293/297> Acesso em: 01 jan 2019. https://doi.org/10.18676/2237-998322014293

SOUSA, R.S. de; GALIAZZI, M. do C. A categoria na análise textual discursiva: sobre método e sistema em direção à abertura interpretativa. Revista Pesquisa Qualitativa, São Paulo, v. 5, n. 9, pp. 514-538. 2017. Disponível em: <https://editora.sepq.org.br/index.php/rpq/article/view/130/97>. Acesso em: 27 jan. 2019.

ZANON, L.B. Interações de licenciandos, formadores e professores na elaboração conceitual de prática: módulos triádicos na licenciatura de Química. 294 p. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-Graduação em Educação, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2003.

ZEICHNER, K. Uma análise crítica sobre a "reflexão" como conceito estruturante na formação docente. Educação & Sociedade: Revista de Ciências da Educação, Campinas, v. 29, n. 103, pp. 535-554. 2008. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2019. https://doi.org/10.1590/S0101-73302008000200012

Cómo citar
Bervian, P. V., & Pansera-de-Araújo, M. C. (2019). La comunidad autorreflexiva en la conformación de conocimientos del profesor mediante la investigación-formación-acción. Góndola, Enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias (Bogotá, Colombia), 15(1), 118-134. https://doi.org/10.14483/23464712.14467
Publicado: 2019-12-26
Sección
ARTÍCULOS