Valor nutricional dos alimentos: uma situação de estudo à contextualização e interdisciplinaridade no ensino de ciências

Nutritional value of foods: a situation of study to contextualization and interdisciplinarity in science teaching

  • Marli Spat Taha Universidade Federal do Pampa
  • Alexandre de Souza Javorsky Universidade Federal de Santa Maria/ UFSM
  • Cátia Silene Carrazoni Lopes Viçosa Universidade Federal de Santa Maria/ UFSM
  • Emerson de Lima Soares Universidade Federal de Santa Maria/ UFSM
  • Maristela Cortez Sawitzki Universidade Federal do Pampa/Unipampa
Palabras clave: Situation of Studies, Interdisciplinarity, Contextualization (en_US)
Palabras clave: situação de estudos, interdisciplinaridade, contextualização (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

Trata-se de uma proposição de estratégia de ensino a partir de uma Situação de Estudos, que se utiliza dos três momentos pedagógicos – problematização inicial; organização do conhecimento; sistematização do conhecimento - como forma de planejamento da atividade proposta. Além disso, se propõe a contextualizar a Situação de Estudos de forma interdisciplinar a partir da temática “Alimentação Saudável”, elencando alguns conteúdos conceituais de Ciências da Natureza, que podem ser abordados na referida Situação de Estudos. A prática ocorreu a partir de um almoço na escola, possibilitando a problematização do conhecimento e alavancando as estratégias para a construção da situação de estudos.

Resumen (en_US)

This paper contains a proposal of teaching strategy based on a situation of study, which uses three pedagogical moments: initial problematization, knowledge organization, and knowledge systematization, as a planning way of the proposed activity. In addition, it proposes to contextualize the situation of study in an interdisciplinary strategy from the theme "Healthy Eating", mentioning some concepts of Natural Sciences that can be approached in the case of this situation of study. This experience occurs from a lunch in a school, enabling a knowledge problematization and providing strategies to the construction of situation of study.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Marli Spat Taha, Universidade Federal do Pampa
Professora de Ciências da Educação Básica, Especialista em Educação em Ciências, Mestranda no Mestrado Profissional de Ensino de Ciências.

Referencias

AUTH, M. et al. Situação de Estudos na área de Ciências do Ensino Médio: rompendo fronteiras disciplinares. In: MORAES, R.; MANCUSO, R. (Org.). Educação em Ciências: produção de currículos e formação de professores. Ed. Unijuí. Ijuí: Brasil, 2004. pp. 253-276.

AUTH, M.A. Formação de professores de ciências naturais na perspectiva temática e unificadora. 200 p. Tese de Doutorado em Educação-Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil, 2002.

BRASIL. (2013). Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica; Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão; Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica; Conselho Nacional da Educação; Câmara Nacional de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Brasília. 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option= com_content&view=article&id=12663&Itemid= 1152. Acesso em: 6-2017.

BRASIL. Ministério da Educação, Câmara da Educação Básica. Parecer nº 07 de julho de 2010: Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Brasília. 2010. Disponível em: . Acesso em: 25-4-2015.

BRASIL. Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica; Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão; Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica; Conselho Nacional da Educação; Câmara Nacional de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília. 2013, Disponível em: file:///C:/Users/ maristelasawitzki/Downloads/diretrizes_curiculares_ nacionais_2013.pdf. Acesso em: 4-2015.

BRASIL. Ministério da Educação; Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília. 1999.

BRASIL. Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 360, de 23 de dezembro de 2003: Regulamento Técnico sobre Rotulagem Nutricional de Alimentos Embalados. 2003. Disponível em: http://portal. anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/ec3966804ac- 02cf1962abfa337abae9d/Resolucao_RDC_ n_360de_23_de_dezembro_de_2003. pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 5-2015.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica; Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias (Orientações curriculares para o ensino médio; volume 2). Brasília. 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ book_volume_02_internet.pdf. Acesso em: 4-2015.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica; Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica. Parâmetros curriculares nacionais (5ª a 8ª série). v.1, v.2, v.3, v.4, v.5, v.6, v.7, v.8, v.9, v.10.1, v.10.2, v.10.3, v.10.4 v.10.5. Brasília, 1999.

CASTANHEIRA, M. L. Aprendizagem contextualizada: discurso e inclusão na sala de aula. Ceale, Autêntica. Belo Horizonte: Brasil, 2004.

CESCO, S. Interdisciplinaridade e temas socioambientais. Estudos avançados, v. 25, n. 72, p.327- 330, 2011. Disponível em: http://www.scielo. br/pdf/ea/v25n72/a26v25n72.pdf. Acesso em: 7-2015.

COLARES, L. G. T. Processo de trabalho, saúde e qualidade de vida no trabalho em uma unidade de alimentação e nutrição: uma abordagem qualitativa. 283 p. Tese de Doutorado Ciências na área de Saúde Pública, Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 2005. Disponível em: http://www.arca. fiocruz.br/bitstream/icict/4430/2/257.pdf. Acesso em: 8-6-2015.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A. P. Metodologia do Ensino de Ciências. Cortez. São Paulo. 1990.

FAZENDA, I. C. A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. 2 ed. Edições Loyola. São Paulo, Brasil, 1992.

FOLMER, V. As Concepções Dos Estudantes Acerca Da Natureza Do Conhecimento Científico: Confronto Com A Experimentação. IV Mostra De Pesquisa Da PósGraduação – Pucrs (569- 571). Porto Alegre, Brasil, 2007.

GEHLEN, S. T. A função do problema no processo ensino-aprendizagem de Ciências: contribuições de Freire e Vygotsky. Tese de Doutorado. Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica /UFSC. 254p, Florianópolis, Brasil, 2009. Disponível em: http://www.educadores. diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/ 2011/pedagogia/tprobvygotskyfreire.pdf. Acesso em: 4-2015.

HARTMANN, A. M.; ZIMMERMANN, E. O trabalho interdisciplinar no Ensino Médio: a reaproximação das “duas culturas”. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 7, n.2, 1-16, 2007. Disponível em: https://seer.ufmg. br/index.php/rbpec/article/view/2237/1636. Acesso em: 06-2017.

LENOIR, Y. Três Interpretações da Perspectiva Interdisciplinar Em Educação em Função de Três Tradições Culturais Distintas. Revista E-Curriculum, v. 1, n. 1, dez-jul, 2005-2006. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index. php/curriculum/article/view/3109. Acesso em: 06-2017.

LOPES, A. C. Os parâmetros curriculares nacionais para o Ensino Médio e a submissão ao mundo produtivo: o caso do conceito de contextualização. Educação e Sociedade, v. 23, n. 80, pp. 386-400. 2002. https://doi.org/10.1590/S0101-73302002008000019

LOPES, A. C.; MACEDO, E. (orgs.). (2004). Currículo de ciências em debate. Papirus. Campinas: Brasil, 2004. p. 192.

LÜCK, H. Pedagogia interdisciplinar: Fundamentos teóricos-metodológicos. Vozes. Petrópolis: Brasil, 1994.

MALDANER, O. A. Situações de estudo no ensino médio: nova compreensão de educaçãobásica. In: NARDI, R. (org.). Pesquisa em ensino de ciências no Brasil: alguns recortes. Escrituras. São Paulo: Brasil, 2007. pp. 237-253.

MALDANER, O. A.; ZANON, L. B. Situação de Estudo: uma organização de ensino queextrapola a formação disciplinar em ciências. In: MORAES, R.; MANCUSO, R. (org.). Educação em ciências: produção de currículos e formação de professores. Editora Unijuí: Ijuí/Brasil, 2004. pp. 43-64.

MALDANER, O.; ZANON, L. B. Situação de estudos: uma organização do ensino que extrapola a formação disciplinar em Ciências. In: MORAES, R.; MANCUSO, R. (Org.). Educação em ciências: produção de currículo e formação de professores. Ijuí: Ed. Unijui, 2004. p. 43-64.

MARTINS, A. F. M. A. Adequação de Estratégias de Ensino aprendizagem numa Turma Reduzida: Estudo de Caso. Dissertação de mestrado–Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal, 2011. Disponível em: https://www.google.com.br/

MARTINS, J. S. O trabalho com projetos de pesquisa: do Ensino Fundamental ao Ensino Médio. Papirus. Campinas: Brasil, 2001.

MORAES, R.; GOMES, V. Uma unidade de aprendizagem sobre unidades de aprendizagem. In: GALIAZZI, M. do C.; AUTH, Milton; MORAES, R.; MANCUSO, R. Construção curricular em rede na educação em ciências: uma proposta de pesquisa n sala de aula. Editora Unijuí: Ijuí/ Brasil, 2007. pp .244-280.

MOREIRA, A. F. B.; CANDAU, V. M. (2007). Indagações sobre currículo: currículo, conhecimento e cultura. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. BEAUCHAMP, J.; PAGEL, S. D.; NASCIMENTO, A. R. (orgs). Brasília: Brasil, 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov. br/seb/arquivos/pdf/Ensfund/indag3.pdf. Acesso em: 3-2015.

PRADO, M. E. B. B. Articulações entre áreas de conhecimento e tecnologia. Articulando saberes e transformando a prática. In: Tecnologias, Currículo e Projetos. Portal do MEC: DF/Brasil 2011, p.50. Disponível em: http://portal.mec. gov.br/seed/arquivos/pdf/1sf.pdf. Acesso em: 14-4-2015.

SAWITZKI, M. C. et al. Um Terrário: recurso à investigação, interdisciplinaridade e aprendizagem significativa. In: Ensino Superior: Inovação e qualidade na docência. CIIE Centro de Investigação e Interação Educativas. Porto: Portugal, 2012, pp. 2750-2760. Disponível em: http://www.fpce.up.pt/ciie/cidu/>. Acesso em: 25-4-2015.

SCHMITZ, B. A. S. et al. A escola promovendo hábitos alimentares saudáveis: uma proposta metodológica de capacitação para educadores e donos de cantina escolar. Caderno Saúde Pública, v. 24, n. 2, pp. S312-S322. 2008. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/ 10482/13481/1/ARTIGO_EscolaPromovendoHabitos. pdf. Acesso em: 10-4-2016.

TAHA, M. S.; LOPES, C. S. C.; SOARES, E. L.; FOLMER, V. Experimentação como Ferramenta Pedagógica para o Ensino de Ciências. Experiências em Ensino de Ciências, v. 11, n. 1, pp. 138-154. 2016. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/ Artigo_ID305/v11_n1_a2016.pdf. Acesso em: 6-2016.

WIKIPEDIA. Creatina. Disponível em: http:// pt.wikipedia.org/wiki/Creatina. Acesso em: 20-4-2015.

Cómo citar
Taha, M. S., Javorsky, A. de S., Viçosa, C. S. C. L., Soares, E. de L., & Sawitzki, M. C. (2017). Valor nutricional dos alimentos: uma situação de estudo à contextualização e interdisciplinaridade no ensino de ciências. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 12(2), 131. https://doi.org/10.14483/23464712.11442
Publicado: 2017-07-07
Sección
ARTÍCULOS