Uma análise do tema interdisciplinaridade nas principais revistas brasileiras de ensino de ciências

An Analysis of the Interdisciplinarity Theme in the Main Brazilian Journals on Science Education

Un análisis del tema de la interdisciplinariedad en las principales revistas brasilera de enseñanza de las ciencias

  • Guilherme do Amaral Carneiro Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Bauru http://orcid.org/0000-0002-2847-4131
  • Carlos Roberto Cardoso Ferreira Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Bauru
  • Fernanda Cristina Pansera Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Bauru
  • Rian Stenico Beduschi Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Bauru
Palabras clave: science education, scientific journal, analytical bibliography, bibliometrics (en_US)
Palabras clave: educación científica, revistas científicas, bibliografia analítica, bibliometría (es_ES)
Palabras clave: educação científica, revista científica, bibliografia analítica, bibliometria (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

A discussão sobre interdisciplinaridade está presente no âmbito da Educação há mais de 30 anos e tem repercutido na área de Ensino de Ciências. Apesar dos diversos trabalhos nos principais periódicos brasileiros da área, ainda existem lacunas que podem trazer informações complementares sobre pesquisas que relacionam interdisciplinaridade e Ensino de Ciências. Com o propósito de preencher parte dessa lacuna, realizamos um estudo cujo objetivo foi identificar estas abordagens em artigos das principais revistas da área no Brasil. Utilizamos os termos interdisciplinaridade e interdisciplinar como descritores nos títulos, resumos e palavras-chave para selecionar os artigos analisados. Foi possível constatar que os estudos se concentram na Educação Básica e tratam principalmente de questões relacionadas ao currículo. As áreas de Ensino de Física e Biologia se destacam, bem como as abordagens Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTSA) e Educação Ambiental. Os dados também apontam para um panorama contrastante, de diversificação e decréscimo das pesquisas que relacionam Ensino de Ciências e Interdisciplinaridade.

Resumen (en_US)

The discussion on interdisciplinarity has been present in the scope of Education for over 30 years and has had repercussions in the area of Science Education. Despite the many works in the main Brazilian journals in the area, there are still gaps about complementary information on research that relates interdisciplinarity and Science Education. In order to fill some of this gap, we carried out a study whose objective was to identify these approaches in articles of the main national science education journals. We use the terms interdisciplinarity and interdisciplinary as descriptors in the titles, abstracts, and keywords to select the articles analyzed. It was found that studies focus on basic education and deal mainly with curriculum issues. The areas of physics and biology education stand out, as well as the science environment technology society and Environmental Education approaches. Data also point to a contrasting panorama, of diversification and decrease of the research that relates Science Teaching and Interdisciplinarity.

Resumen (es_ES)

La discusión sobre interdisciplinariedad está presente en el ámbito de la Educación hace mas de 30 años y ha repercutido en el área de Enseñanza de las Ciencias. A pesar de los diversos trabajos publicados en las principales revistas brasileras del área, aún existen vacíos sobre informaciones complementarias de investigaciones que relacionen la interdisciplinariedad con la Enseñanza de las Ciencias. Con el propósito de llenar algo de este vacío, realizamos un estudio cuyo objetivo fue identificar tales perspectivas en artículos de las principales revistas del área en el Brasil. Utilizamos los términos de interdisciplinariedad e interdisciplinar como descriptores en los títulos, resumenes y palabras clave para seleccionar los artículos analizados. Fue posible constatar que los estudios se concentran en la educación básica y tratan principalmente de cuestiones relacionadas al currículo. Se destacan las áreas de enseñanza de la física y biología, así como las perspectivas ciencia-tecnología-sociedad-ambiente (CTSA) y educación ambiental. Los datos también apuntan hacia un panorama de contraste entre la diversificación y la disminución de las investigaciones que relacionan la enseñanza de las ciencias con la interdisciplinariedad.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Guilherme do Amaral Carneiro, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Bauru

Formou-­se Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo no ano de 2000. Especializou-­se pela USP de São Carlos, na Escola de Engenharia em 2004 (Educação Ambiental e Planejamento de Recursos Hídricos).

É mestre pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho do Campus de Bauru, tendo concluído a pesquisa em 2016 (Programa Educação para Ciência). Atualmente está no doutorado do mesmo Programa do Campus de Bauru.

No período de 2001 a 2014 trabalhou na área de consultoria ambiental, em atividades de avaliação de impactos ambientais e projetos de consultoria em educação ambiental. A partir de 2014 vem se dedicando à pesquisa.

Possui experiência docente desde 2007 em universidades como UNISA – Universidade de Santo Amaro, UNINOVE unidade Barra Funda e Senac Unidade Bauru. Na unidade do Senac Bauru foi um dos responsáveis pelo Sistema de Gestão Ambiental ­ SGA.

Atuou no terceiro setor em instituições da sociedade civil em projetos de responsabilidade social e ambiental. É fundador e gestor do Museu do Café de Piratininga, um centro de ciências aberto em 2014 no interior de São Paulo. 

Referencias

ALMEIDA, M.J.P.M.; NARDI, R. Relações entre pesquisa em ensino de ciências e formação de professores: algumas representações. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 2, p. 335-349, abr./jun. 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1517- 97022013000200004>. Acesso em: 31 maio 2016.

CACHAPUZ, A.; PRAIA, J.; GIL-PEREZ, D.; CARRASCOSA, J.; MARTÍNEZ-TERRADES, F. A emergência da didáctica das ciências como campo específico de conhecimento. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 1, pp. 155-195, 2001.

DE LARA, I.C.M.; BORGES, R.M.R. Mapeamento de dissertações e teses sobre interdisciplinaridade produzidas no Brasil no século XXI. Atas VIII ENPEC, 2011.

FAZENDA, I.C.A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. Loyola. São Paulo: Brasil. 1979.

FAZENDA, I.C.A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Papirus, Campinas, São Paulo: Brasil. 1994.

FAZENDA, I. C. A. O que é interdisciplinaridade? Cortez. São Paulo: Brasil. 2008.

FAZENDA, I.C.A. Práticas interdisciplinares na escola. Cortez. São Paulo: Brasil. 2013.

FERNÁNDEZ CANO, A.; BUENO SÁNCHEZ, A. Síntesis de estúdios bibliométricos españoles en educación: una dimensión evaluativa. Revista Española de Documentación Científica, Madrid, v. 21, n. 3, pp. 269-285, 1998. Disponível em: http://dx.doi. Org/10.3989/redc.1998.v21.i3.356. Acesso em: 30 janeiro 2017

FERREIRA, A.B.H. Dicionário Aurélio eletrônico: século XXI. Nova Fronteira. Rio de Janeiro: Brasil. 1999. CD-ROM.

FOUREZ, G. Alphabétization Scientifique et Technique et Ilôts de Rationalité. XVI JIES, Actes. Chamonix, France, 1992.

FOUREZ, G. A construção das ciências: introdução à filosofia e à ética das ciências. EdUNESP. São Paulo: Brasil. 1995.

FOUREZ, G. Se représenter et mettre en oeuvre l’interdisciplinarité à l’école. Revue des sciences de l’éducation, Montréal, Erudit, vol. 24, n. 1, pp. 31-50. 1998.

FOUREZ, G. Interdisciplinarité et îlots de rationalité, Revue canadienne de l’enseignement des sciences, des mathématiques et des technologies, Montréal, vol. 1, nº 3, pp. 341-348. 2001.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Imago. Rio de Janeiro: Brasil. 1976.

KRASILCHIK, M.; MARANDINO, M. Ensino de Ciências e Cidadania. Moderna. São Paulo: Brasil. 2007. 87 p.

KUHN, T. A estrutura das revoluções científicas. 9. ed. Ed. Perspectiva. São Paulo: Brasil. 260 p., 2005.

LENOIR, Y. Didática e interdisciplinaridade: uma complementaridade necessária e incontornável. In: FAZENDA, I. (org.). Didática e Interdisciplinaridade. Papirus. Campinas: Brasil. 192 p., 1998.

LENOIR, Y. Didática e interdisciplinaridade: uma complementaridade necessária e incontrolável. In: FAZENDA, I. (org.). Didática e Interdisciplinaridade. Cortez. São Paulo: Brasil. 192 p., 2005.

LENOIR, R.F. Les fondements de l’interdisciplinarité dans la formation à l’enseignement. Éditions du CRP, Unesco. Canadá. 2001.

MOZENA, E.R.; OSTERMANN, F. Uma revisão bibliográfica sobre a interdisciplinaridade no ensino de ciências da natureza. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 16, n. 2, pp. 185-206. 2014.

RAZERA, J.C.C.A. Formação de professores em artigos da revista Ciência & Educação (1998-2014): uma revisão cienciométrica. Ciência & Educação, Bauru, v. 22, n. 3, pp. 561-583. 2016. https://doi. org/10.1590/1516-731320160030002

RIBEIRO, M.P.F. A importância da indexação para a difusão do conhecimento comunicado nas revistas técnico-científicas. REME: Revista Mineira de Enfermagem, Belo Horizonte. v. 10, n. 1, p. 6. 2006.

SILVA, R.C.P.; MEGID NETO, J. Formação de professores e educadores para abordagem da educação sexual na escola: o que mostram as pesquisas. Ciência & Educação, Bauru, v. 12, n. 2, pp. 185-197, 2006. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S151673132006000200006. Acesso em: 30 janeiro de 2017.

Cómo citar
Carneiro, G. do A., Cardoso Ferreira, C. R., Pansera, F. C., & Beduschi, R. S. (2018). Un análisis del tema de la interdisciplinariedad en las principales revistas brasilera de enseñanza de las ciencias. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 13(1), 73. https://doi.org/10.14483/23464712.11961
Publicado: 2018-01-01
Sección
ARTÍCULOS