A integração curricular na concepção dos docentes do curso técnico em agropecuária integrado ao ensino médio

Curriculum integration in the conceptions of teachers of the agricultural technical course articulated to high school

  • Denise Dalmás Rodrigues Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul, Ijuí, Brasil.
  • Maria Cristina Pansera de Araújo Universidade Regional do Noroeste do Rio grande do Sul, Ijuí, Brasil.
Palabras clave: professional education, curricular organization, teaching, learning (en_US)
Palabras clave: educação profissional, organização curricular, ensino, aprendizagem (pt_BR)

Resumen (pt_BR)

O presente estudo buscou identificar elementos que contribuíram na construção de uma organização curricular de ensino e de aprendizagens fundamentada numa concepção integradora com participação ativa, compromisso, reflexão crítica e contextualizada da realidade, nas práticas dos docentes do curso Técnico em Agropecuária integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso - campus Cáceres. As reflexões propõem analisar as concepções dos professores sobre suas práticas, no desenvolvimento da integração curricular, observando as relações entre as disciplinas de formação geral e técnica. A pesquisa qualitativa incorreu sobre situações reais do cotidiano da escola, utilizando como instrumento de coleta de dados a aplicação de questionário semiestruturado e a realização de três encontros do grupo focal. Vinte e cinco professores aceitaram responder as questões e participar das reuniões, durante o segundo semestre de 2014 e primeiro de 2015. Uma leitura criteriosa das respostas e das transcrições dos encontros do grupo focal foi realizada considerando os pressupostos da análise textual discursiva, que sugere a unitarização dos textos, a identificação das categorias e a produção de metatextos reflexivos. Identificamos aspectos positivos no processo integrador em voga, evidenciados nas respostas do corpo docente como: maior possibilidade de articulação entre teoria e prática; maior flexibilidade curricular; criatividade e criticidade científica; interação dos saberes e aplicação no cotidiano; contextualização; proposição de projetos interdisciplinares nas práticas de integração curricular. Os docentes compreendem o desenvolvimento destas práticas integradoras, a partir da visão crítica de ser humano, organizadas para promover a (re) construção, a socialização e a difusão dos conhecimentos, para formação de sujeitos autônomos e autores conscientes dos seus fazeres.

Resumen (en_US)

This study looks to identify elements that contributed to construction of a curricular organization of teaching and learning, based on a integrative conception with active participation, commitment, critical and contextualized reflection of the reality, on the practices of teachers of the technical course in Agriculture and Livestock, integrated with high school, in the Federal Institute of Education, Science and Technology of Mato Grosso – Cáceres campus. The reflections purpose to analyses teachers conceptions about their practices in the integrative curricular development, observing relations between general and technical subjects. It was a qualitative research on real situations of the school’s daily, using as data collection tool the application of semi-structured questions and the realization of three focal group meetings. Twenty-five teachers accepted to answer questions and attend meetings, during the second semester of 2014 and the first semester of 2015. A careful analysis of answers and transcriptions of focal group meetings was made based on assumptions of discursive textual analysis, that suggests unitarization of the texts, categories identify and the reflective metatexts production. We identify positive aspects in the current integrational process, evidenced on teachers answers: more possibility to articulate between theory and practice; more curricular flexibility; scientific creativity and criticality; interaction of knowledge and everyday application; contextualization; the proposition of interdisciplinary projects in the curricular integrative practices. Teachers understand the development of these integrational practices from the critical view of the human being, organized to promote (re)construction, socialization, and diffusion of knowledge in order to educate autonomous subjects and conscious authors.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Denise Dalmás Rodrigues, Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul, Ijuí, Brasil.
Doutoranda em Educação nas Ciências – Universidade Regional do Noroeste do Rio grande do Sul, Ijuí, Brasil. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso - campus Cáceres. Mato Grosso, Brasil.
Maria Cristina Pansera de Araújo, Universidade Regional do Noroeste do Rio grande do Sul, Ijuí, Brasil.
Docente Pós-graduação em Educação nas Ciências

Referencias

ARAUJO, R. M. L. Práticas Pedagógicas e Ensino Integrado. Versão preliminar para discussão. Belém: Brasil, 2013.

BEANE, J. A. Integração Curricular: A concepção do Núcleo da Educação Democrática. 1ed. Didáctica editora. Lisboa: Portugal, 1997.

BEANE, J. A.. Integração Curricular: a essência de uma escola democrática. Revista Currículo Sem Fronteiras. v.3, n.2, p.91-110, Jul/Dez 2003.

BRASIL. Lei nº 11.892 de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Brasília, 2008.

BRASIL, Conselho Nacional de Educação (CNE). Resolução nº 2, de 30 de janeiro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, 2012.

BRASIL. Resolução nº 6 de 20 de setembro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Brasília, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Institui as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996.

BRASIL. Decreto nº 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília, 2004.

BRASIL. Parecer nº 15, de 1º de junho 1998. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, 1998.

CIAVATTA, M. A Formação Integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M; RAMOS, M. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. Ed. Cortez. São Paulo: Brasil, 2005.

FAZENDA, Ivani. Integração ou Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro. Efetividade ou Ideologia. Ed. Loyola, 6ed. São Paulo: Brasil, 2011.

FLORES, M.A. O professor: Agente de Inovação Curricular. Mestrado em Educação Universidade do Minho. Braga: Portugal, 1997.

FRANCO, M.C. A Formação Integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. Ed. Cortez. São Paulo: Brasil, 2005.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. (orgs). Teoria e Educação no Labirinto do Capital. Ed. Vozes, 2ed. Rio de Janeiro: Brasil, 2001.

GATTI, B.A. Grupo focal na pesquisa em ciências sociais e humanas. Ed. Líber Livro. Brasília: Brasil, 2005.

GIL, A.C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. Ed. Atlas, 5ed. São Paulo: Brasil, 1999.

IFMT. PDI. Cuiabá: Brasil, 2014-2018.

LIBÂNEO, J.C. Adeus professor, Adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. Ed. Cortez, 11ed. São Paulo: Brasil,2009.

LOPES, A.C. Os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e a Submissão ao Mundo Produtivo: o caso do conceito de contextualização. Revista Educação e Sociedade. v.23, n.80, p. 386-400. Campinas: setembro/2002.

LOPES, A.C. Interpretando e Produzindo Políticas Curriculares Para o Ensino Médio In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Ensino Médio: ciência, cultura e trabalho. Brasília: Brasil, 2004.

LÜDKE, M.; ANDRE, M.E.D.A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. Ed. EPU. São Paulo: Brasil 1996.

MARTINS, H.H.T.S. Metodologia qualitativa da pesquisa. Revista Educação e Pesquisa. V.30, n.2, p.289-300. São Paulo: maio/ago. 2004.

MORAES, R.; GALIAZZI, M.C. Análise Textual Discursiva. Ed. Unijuí, 2ed. Ijuí: Brasil,2013.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Ed. Cortez, 10º ed. São Paulo: Brasil, 2005.

Cómo citar
Rodrigues, D. D., & Pansera de Araújo, M. C. (2017). A integração curricular na concepção dos docentes do curso técnico em agropecuária integrado ao ensino médio. Góndola, enseñanza Y Aprendizaje De Las Ciencias, 12(1), 13-26. https://doi.org/10.14483/udistrital.jour.gdla.2017.v12n1.a1
Publicado: 2017-01-01
Sección
ARTÍCULOS