As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018

Scientific controversies regarding industrial melanism: analysis of the theme in textbooks approved by pnld 2018

Controversias científicas sobre el melanismo industrial: análisis del tema en libros de texto aprobados por pnld 2018

Autores/as

  • Lucyana Nayara Afonso Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Mariana Aparecida Bologna Soares de Andrade

Palabras clave:

Biologia Educação Educação publica Epistemologia da ciência (pt).

Resumen (pt)

Há uma crescente preocupação com a estruturação dos materiais didáticos, já que são importantes materiais curriculares. As pesquisas na área de ensino, apontam a importância da inserção e pesquisa acerca das controvérsias científicas. No entanto, existe poucos estudos que analisam a inserção das controvérsias científicas nos livros didáticos. Por muito tempo o melanismo industrial foi discutido pela comunidade científica, tornando-se uma controvérsia científica. A investigação deste trabalho consiste em analisar como a controvérsia científica referente ao melanismo industrial é abordado nos livros didáticos brasileiros do Terceiro ano do Ensino Médio. Sendo assim, selecionamos os livros didáticos aprovados pelo PNLD 2018. A pesquisa seguiu uma abordagem qualitativa, de cunho bibliográfico e utilizamos a técnica de Análise de Conteúdo. Na pré-análise identificamos que apenas seis livros abordaram a temática melanismo industrial, sendo que apenas três discutiram como controvérsia científica. Diante dos nossos resultados pode-se indicar que embora alguns autores dos livros didáticos apresentassem os temas controversos, tal apresentação até este momento expõe problemas e equívocos.

Resumen (en)

There is a growing concern with the structuring of teaching materials, since they are important curricular materials. Research in the field of teaching, points to the importance of insertion and research about scientific controversies. However, there are few studies analyzing the insertion of scientific controversies in textbooks. For a long time, industrial melanism was discussed by the scientific community, becoming a scientific controversy. The investigation of this work consists of analyzing how the scientific controversy regarding industrial melanism is addressed in Brazilian textbooks of the third year of high school. Therefore, we selected the textbooks approved by PNLD 2018. The research followed a qualitative approach, of bibliographic nature and we used the technique of Content Analysis. In the pre-analysis we identified that only six books addressed the theme of industrial melanism, and only three discussed it as a scientific controversy. In view of our results, it can be indicated that although some authors of the textbooks presented the controversial themes, this presentation so far exposes problems and mistakes.

Resumen (es)

Existe una creciente preocupación por la estructuración de los materiales didácticos, ya que son materiales curriculares importantes. La investigación en el campo de la docencia apunta a la importancia de la inserción e investigación sobre controversias científicas. Sin embargo, existen pocos estudios que analicen la inserción de controversias científicas en los libros de texto. Durante mucho tiempo, el melanismo industrial fue discutido por la comunidad científica, convirtiéndose en una controversia científica. La investigación de este trabajo consiste en analizar cómo se aborda la controversia científica sobre el melanismo industrial en los libros de texto brasileños de tercer año de secundaria. Por ello, seleccionamos los libros de texto aprobados por el PNLD 2018. La investigación siguió un enfoque cualitativo, de carácter bibliográfico y utilizamos la técnica de Análisis de Contenido. En el pre-análisis identificamos que solo seis libros abordaron el tema del melanismo industrial, y solo tres lo discutieron como una controversia científica. A la vista de nuestros resultados, se puede indicar que, aunque algunos autores de los libros de texto presentaron los temas controvertidos, esta presentación hasta el momento expone problemas y errores.

Referencias

ASSAD, L. Controvérsias, debates, disputas e farsas: a ciência não é feita por deuses. Com Ciência, Campinas, n. 52, 2013.

BADZINSK, C.; HERMEL, S. E. E. A representação da genética e da evolução através de imagens utilizadas em livros didáticos de biologia. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v.17 n.2, pp. 434-454, 2015.

https://doi.org/10.1590/1983-21172015170208

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Traduzido por: RETO, L. A. Edição 70. São Paulo: Brasil, 2011.

BATISTA, M. V. de A.; CUNHA, M. M. da S.; CÂNDIDO, A. L. Análise do tema virologia em livros didáticos do ensino médio. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 12 n.1, pp. 145-158, 2010.

https://doi.org/10.1590/1983-21172010120109

BELTRAN, M. H. R.; SAITO, F.; TRINDADE, L. S. P. História da ciência para a formação de professores. São Paulo: Editora Livraria da Física, 128 páginas, 2014.

BRANTE, T.; ELZINGA, A. Towards a theory of scientific controversies. Science Studies, Dinamarca, v.3 n.2, pp. 33-46, 1990.

https://doi.org/10.23987/sts.55012

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Ensino Fundamental e Médio. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, MEC, 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2018. Disponível em < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/>. Visitado em: 20-08-2019.

BULLA, M. E. O papel das interações polêmicas (controvérsias científicas) na construção do conhecimento biológico: investigando um curso de formação continuada de professores sobre Evolução Humana. 260p. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. Mestrado em Educação. UNIOESTE. Cascavel. 2016. Disponível em < http://tede.unioeste.br/bitstream/tede/3329/5/Marcelo_Bulla2016.pdf>. Visitado em: 15-06-2019.

COOK, L. M.; GRANT, B. S.; SACCHERI, I. J.; MALLET, J. Selective Bird predation on the peppered moth: the last experiment of Michael Majerus. Biology Letters, v. 8 n. 4, 2012. Disponível em < https://royalsocietypublishing.org/doi/full/10.1098/rsbl.2011.1136>. Visitado em: 10-01-2020.

https://doi.org/10.1098/rsbl.2011.1136

PMid:22319093 PMCid:PMC3391436

COYNE, J. A história da mariposa salpicada é sólida. Traduzido por: VÉRAS, R. Wordpress. Why Evolution is true. 2012. Disponível em < https://whyevolutionistrue.com/2012/02/10/the-peppered-moth-story-is-solid/>. Visitado em: 10-06-2019.

DALAPICOLLA, J.; SILVA, V. A.; GARCIA, J. F. M. Evolução biológica como eixo integrador da biologia em livros didáticos do ensino médio. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 17 n. 1, pp. 150-172, 2015.

https://doi.org/10.1590/1983-211720175170107

DASCAL, M. Epistemologia, controvérsias e pragmática. Revista Brasileira de História da Ciência, São Paulo, n.12, pp. 73-98, 1994.

DASCAL, M. A dialética na construção coletiva do saber científico. São Leopoldo: Unisinos, Porto Alegre. 2005. Recuperado em: < http://www.tau.ac.il/humanities/philos/dascal/publications.html>. Visitado em: 12-12-2019.

FERRADOR, T. M. Prospectos do empirismo atual: uma análise crítica dos empirismos construtivo, estrutural, contextual e social, e a defesa de uma proposta empirista para a teoria social. 260p. Programa de pós-graduação em Filosofia do Departamento de Filosofia. Doutorado em Filosofia. USP. São Paulo. 2018. Disponível em: < http://filosofia.fflch.usp.br/sites/filosofia.fflch.usp.br/files/posgraduacao/defesas/2018_docs/2018_tese_TiagoFerrador.pdf>. Visitado em: 05-01-2020.

FRANCELIN, M. M. Ciência, senso comum e revoluções científicas: ressonâncias e paradoxos. Ciência da Informação, Brasília, v. 33 n. 3, 2004.

https://doi.org/10.1590/S0100-19652004000300004

FRISON, M. D.; VIANNA, J.; CHAVES, J. M.; BERNARDI, F. N. Livro didático como instrumento de apoio para a construção de propostas de ensino de Ciências Naturais. In: VII Enpec, Florianópolis. Anais do Encontro Nacional de Pesquisadores em Educação em Ciências. 2009.

FULFORD, J.M., RUDGE, D.W. The Portrayal of Industrial Melanism in American College General Biology Textbooks. Science& Education, vol. 25, 547-574, 2016.

https://doi.org/10.1007/s11191-016-9820-z

HAGEN, J. B. Retelling experiments: H. B. D. Kettlewell's studies of industrial melanism in peppered moths. Biology & Philosophy, 14, 39-54p, 1999.

https://doi.org/10.1023/A:1006576518561

HEINZE, T. Mariposas Biston betularia, melhor evidência para evolução? In: Provas da evolução desaparecendo. pp. 01-96, 2005.

HOP, A. E.; EDMONDS, N.; DALIKOVÁ, M.; SACCHERI, L. J. Industrial Melanism in British peppered Moths has a singular and recent mutational origin. Science, vol 332, issue 6032, 958-960 p, 2011.

https://doi.org/10.1126/science.1203043

PMid:21493823

KAWASAKI, C. S.; EL-HANI, C. N. Uma análise das definições de vida encontradas em livros didáticos de Biologia do Ensino Médio. In: VIII ENCONTRO PERSPECTIVAS DO ENSINO DE BIOLOGIA, São Paulo, Anais do Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia. 2002.

KETTLEWELL, H. B. D. Further selection experiments on industrial melanism in the Lepidoptera. Genetics Laboratory Heredity, Oxford, v. 10 n. 3, pp. 287-301, 1956.

https://doi.org/10.1038/hdy.1956.28

KIPNIS, N. Scientific controversies in teaching Science: the case of Volta. Science Education and Culture, Springer, v. 10, pp. 33-49, 2001.

https://doi.org/10.1007/978-94-010-0730-6_17

LIEBERT, T. G.; BRAKEFIELD, P. M. Behavioural studies on the peppered moth Biston betularia and a discussion of the role of pollution and epiphytes in industrial malanism. Biol J Linn Soc, Oxford, pp. 335-346, 1984.

MAJERUS, M. E. N. Melanis: Evolution in action. Oxford University Press. Oxford: Inglaterra, 1998. pp. 338.

MARTIN, B.; RICHARDS, E. Scientific knowledge, controversy, and public decision-making. In: JASANOFF, S.; MARKLE, G.; PETERSEN, J.; PINCH, T. Handbook of Science and technology studies. Newbury Park, pp. 506-526. 1995. Disponível em: < https://www.bmartin.cc/pubs/95handbook.html>. Visitado em: 26-11-2019.

https://doi.org/10.4135/9781412990127.n22

PMid:7628291

MARTINS, L.; BRITO, A. P. A história da ciência e o ensino da genética e evolução no nível médio: um estudo de caso. In: SILVA, C. Estudos de história e filosofia das ciências: subsídios para aplicação no ensino. Editora Livraria da Física. São Paulo, Brasil. 2006, pp. 245-264.

MIKKOLA, K. Resting site selection by Oligia and Biston moths (Lepidoptera: Noctuidae and geometridae) Ann Ent Fenn. pp. 81-87, 1979.

MCMULLIN, E. Scientific controversy and its termination. In: ENGELHARDT, J.; CAPLAN, A. Scientific controversies: case studies in resolution and closure of dispures in Science and technology. University Press, 1987, pp. 49-92.

https://doi.org/10.1017/CBO9780511628719.004

MENDELSOHN, E. Values and Science: a critical reassesment. The Science Teacher, v. 43 n. 1, pp. 20-23, 1987.

NARASIMNHAN, M. G. Controversy in Science. Journal of Biosciences, v. 26 n. 3, pp. 299-304, 2001.

https://doi.org/10.1007/BF02703738

PMid:11568474

NELKIN, D. Controversy: politics of technical decisions. Londres. Sage Publications, 1989.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Editora Vozes. São Paulo, Brasil. 2007.

ORTIZ, E.; SILVA, M. R. O livro didático e o ensino de ciências e biologia nos anais do simpósio nacional de ensino de ciência e tecnologia. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, v. 6. Ponta Grossa. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Anais. 2018.

PEDUZZI, L. O.; RAICIK, A. C. Sobre a natureza da ciência: asserções comentadas para uma articulação com a história da ciência. Investigações em Ensino de Ciências. pp. 19-55, 2020. Disponível em: < https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1606/pdf>. Visitado em: 25-09-2020.

https://doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2020v25n2p19

PESSOA JUNIOR, O. A classificação das diferentes posições em filosofia da ciência. Cognitio-Estudos: Revista Eletrônica de Filosofia, v. 6 n. 1, pp. 20-36, 2009.

POPPER, K. R. Conjectures and refutations: the growth of scientific knowledge. Routledge e Kegan Paul, London, 1963.

RAMOS, M. B.; SILVA, H. C. Controvérsias científicas em sala de aula: uma revisão bibliográfica contextualizada na área de ensino de ciências e nos estudos sociológicos da ciência & tecnologia. In: VII Enpec. v. 6. Florianópolis. Anais ENPEC. 2007.

RUDGE, D.W. The Role of Photographs and Films in Kettlewell's Popularizations of the Phenomenon of Industrial Melanism. Science & Education, vol. 12, 261-287p, 2003.

https://doi.org/10.1023/A:1024031432066

RUMJANEK, F. A saga da mariposa. Ciência Hoje. 2016. Disponível em: < http://cienciahoje.org.br/artigo/a-saga-da-mariposa/>. Visitado em: 18-01-2020.

SANTOS, B. G. S.; NAGASHIMA, L. A. Transposición didáctica de la evolución biológica: análisis de los libros didácticos. Paradigma, vol. 42, p 27-52, 2021.

https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2021.p27-52.id1050

SILVA, L. N. A.; Controvérsias científicas em evolução biológica: análise de livros didáticos aprovados pelo PNLD/2018. 119p. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação matemática. Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2018. Disponível em: https://pos.uel.br/pecem/teses-dissertacoes/controversias-cientificas-em-evolucao-biologica-analise-de-livros-didaticos-aprovados-pelo-pnld-2018/

VÉRAS, R. O triunfo do melanismo industrial. Evolucionismo. 2012. Disponível em: < https://evolucionismo.org/rodrigovras/agora-e-oficial-o-triunfo-domelanismo-industrial/>. Visitado em: 03-01-2020.

Cómo citar

APA

Afonso Silva, L. N., & Bologna Soares de Andrade, M. A. . (2022). As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 . Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, 17(3). https://doi.org/10.14483/23464712.17037

ACM

[1]
Afonso Silva, L.N. y Bologna Soares de Andrade, M.A. 2022. As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 . Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. 17, 3 (sep. 2022). DOI:https://doi.org/10.14483/23464712.17037.

ACS

(1)
Afonso Silva, L. N.; Bologna Soares de Andrade, M. A. . As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 . Góndola enseñ. aprendiz. cienc. 2022, 17.

ABNT

AFONSO SILVA, L. N.; BOLOGNA SOARES DE ANDRADE, M. A. . As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 . Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, [S. l.], v. 17, n. 3, 2022. DOI: 10.14483/23464712.17037. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/17037. Acesso em: 26 sep. 2022.

Chicago

Afonso Silva, Lucyana Nayara, y Mariana Aparecida Bologna Soares de Andrade. 2022. «As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 ». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias 17 (3). https://doi.org/10.14483/23464712.17037.

Harvard

Afonso Silva, L. N. y Bologna Soares de Andrade, M. A. . (2022) «As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 », Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, 17(3). doi: 10.14483/23464712.17037.

IEEE

[1]
L. N. Afonso Silva y M. A. . Bologna Soares de Andrade, «As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 », Góndola enseñ. aprendiz. cienc., vol. 17, n.º 3, sep. 2022.

MLA

Afonso Silva, L. N., y M. A. . Bologna Soares de Andrade. «As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 ». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, vol. 17, n.º 3, septiembre de 2022, doi:10.14483/23464712.17037.

Turabian

Afonso Silva, Lucyana Nayara, y Mariana Aparecida Bologna Soares de Andrade. «As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 ». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias 17, no. 3 (septiembre 15, 2022). Accedido septiembre 26, 2022. https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/17037.

Vancouver

1.
Afonso Silva LN, Bologna Soares de Andrade MA. As controvérsias científicas acerca do melanismo industrial: análise da temática em livros didáticos aprovados pelo pnld 2018 . Góndola enseñ. aprendiz. cienc. [Internet]. 15 de septiembre de 2022 [citado 26 de septiembre de 2022];17(3). Disponible en: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/17037

Descargar cita

Visitas

0

Dimensions


PlumX


Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.