Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula

Brazilian Science and Health Education: Report of a Teaching Practice Involving Classroom Research

Educación Brasileña en Ciencias y Salud: Relato de una Práctica de Enseñanza con Investigación en el Aula

Autores/as

  • Paola Cazzanelli Governo do Estado do Rio Grande do Sul (BR)
  • Rodrigo Sychocki da Silva UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) Brasil.

Palabras clave:

Health Education, Science Teaching, Hybrid Teaching, Classroom research (en).

Palabras clave:

Educación para la Salud, Enseñanza de las Ciencias, Enseñanza híbrida, Investigación en el aula (es).

Palabras clave:

Educação em Saúde, Ensino de Ciências, Ensino Híbrido, Pesquisa em sala de aula (pt).

Descargas

Resumen (pt)

Este texto tem como objetivo apresentar, relatar e refletir sobre os resultados de uma experiência em sala de aula que culminou na produção de uma monografia de curso de Especialização em Ensino de Ciências. A experiência foi realizada com 85 estudantes do 7º ano do Ensino Fundamental em uma escola pública brasileira no estado do Rio Grande do Sul, sob o modelo de Ensino Híbrido, sendo norteada pelo seguinte questionamento: “De que forma a Educação em Saúde reflete no aprendizado dos estudantes do 7º ano do Ensino Fundamental, na perspectiva do conteúdo de vacinas e a Ciência brasileira?”. A experiência oportunizou que os estudantes refletissem a respeito da temática Educação em Saúde, com ênfase nos temas de produção e sistema de vacinação brasileiros, reconhecidos mundialmente, na perspectiva da pandemia de Sars-Cov-2. A partir de uma fundamentação teórica, calcada na ideia de permear o ensino por meio da pesquisa na sala de aula realizou-se uma prática de ensino que envolveu visitas virtuais e a construção de mapas conceituais. Os resultados da experiência, analisados por uma perspectiva qualitativa, possibilitaram uma reflexão sobre a ação docente, que deve preconizar e valorizar a importância pedagógica do debate e da ação de pesquisa por parte dos estudantes na sala de aula. Nesse aspecto foi possível observar, por parte dos estudantes, que para além da construção do conhecimento envolto na temática em debate houve um reconhecimento da Ciência brasileira, sendo essa entendida como uma mola propulsora para o desenvolvimento da humanidade, nas mais diversas áreas do conhecimento.

Resumen (en)

This text aims to present, inform and reflect on the results of a classroom experience that culminated in the production of a monograph for the Specialization course in Science Teaching. The experiment took 85 students from the 7th year in the Elementary School at a Brazilian public school in the state of Rio Grande do Sul, in the hybrid teaching model, guided by the following question: how does Health Education work to reflect on the learning of 7th grade students from the Elementary School, since the perspective of vaccine content and Brazilian Science? and the vaccination system recognized worldwide, given the Sars-Cov-2 pandemic. From a theoretical foundation based on the idea of permeating teaching through classroom research, a teaching practice was carried out that involved virtual visits and the construction of conceptual maps. The results of the experience, analyzed from a qualitative perspective, allowed reflection on the teaching performance, which must defend and value the pedagogical importance of the students' debate and research activities in the classroom. In this regard, students might recognize Brazilian Science, in addition to the knowledge constructed in this subject, which is understood as an engine for the development of humanity in the most diverse knowledge areas.

Resumen (es)

Este texto tiene como objetivo presentar, informar y reflexionar sobre los resultados de una experiencia de aula que culminó con la producción de una monografía del curso de Especialización en Enseñanza de las Ciencias. El experimento fue realizado con 85 alumnos del 7º grado de Educación básica en una escuela pública brasileña en el estado de Rio Grande do Sul, bajo el modelo de enseñanza híbrido, guiado por la siguiente pregunta: "¿Cómo la Educación en Salud impacta en el aprendizaje de los alumnos de 7º grado, en la perspectiva del contenido vacunal y de la Ciencia Brasileña?”. La experiencia permitió a los estudiantes reflexionar sobre el tema de la Educación en Salud, con énfasis en cuestiones de la producción brasileña y del sistema de vacunación, reconocido mundialmente, en la perspectiva de la pandemia del Sars-Cov-2. A partir de una fundamentación teórica basada en la idea de permear la docencia a través de la investigación en el aula, se realizó una práctica docente que involucró visitas virtuales y la construcción de mapas conceptuales. Los resultados de la experiencia, analizados desde una perspectiva cualitativa, permitieron reflexionar sobre la acción docente, que debe defender y valorar la importancia pedagógica de la acción de debate e investigación de los estudiantes en el aula. En este aspecto, fue posible observar, por parte de los estudiantes, que además de la construcción del conocimiento involucrado en el tema en debate, hubo un reconocimiento de la Ciencia Brasileña, que es entendida como un motor para el desarrollo de la humanidad, en las más diversas áreas del saber.

Biografía del autor/a

Paola Cazzanelli, Governo do Estado do Rio Grande do Sul (BR)

Mestra em Educação em Ciências e Matemática pelo Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS (2022). Aluna de especialização em Ensino de Ciências aos anos finais do Ensino Fundamental - Ciência é 10! pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2020). Graduada em licenciatura plena em Ciências Biológicas pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (2018). Atualmente é professora de Ciências, Agroecologia e Apoio Pedagógico de Ciências da Natureza no Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Educação em Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: deficiência visual, softwares ledores, Atendimento Educacional Especializado, inclusão, ensino de Ciências, ensino de Agroecologia, reciclagem e Educação em Saúde.

Rodrigo Sychocki da Silva, UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) Brasil.

Licenciado em Matemática (2007), mestre em Ensino de Matemática (2012) e doutor em Informática na Educação (2015) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professor Adjunto-A do DMPA (Departamento de Matemática Pura e Aplicada) do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da UFRGS, com atuação em disciplinas do DMPA. É professor/orientador credenciado ao Pós-Graduação em Ensino de Matemática (Profissional (conceito CAPES 5 (2016)) e Acadêmico (conceito CAPES 3 (2016))). Foi professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Caxias do Sul de agosto (2011) até julho (2016) com atuação em cursos de nível básico e superior. As áreas de interesse e pesquisa são: tecnologia informática no ensino e aprendizagem da matemática, contribuições das teorias cognitivas para a aprendizagem da matemática, modelagem matemática com uso da tecnologia informática.

Referencias

BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p. 47-66.

BARBOSA MARIN, G. R..; VINHOLI JÚNIOR, A. J. Mapas conceituais como instrumentos potencialmente facilitadores de aprendizagem sobre sistemas sanguíneos. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, [S. l.], v. 16, n. 2, 2021. DOI: 10.14483/23464712.16055. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/16055. Acesso em: 22 mar. 2022. https://doi.org/10.14483/23464712.16055

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação Qualitativa em Educação. Ed. Porto Editora, 1994.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em 16 mai 2021.

BRASIL. Lei 8069/1990 - Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em 16 mai 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular - BNCC. Brasília: Ministério da Educação/Secretaria da Educação Básica, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/a-base. Acesso em: 16 mai 2021.

BRASIL. Lei 9394/96 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em 16 mai 2021.

CORDEIRO, S. F. N. Tecnologias Digitais Móveis e Cotidiano Escolar: espaços/tempos de aprender. 2014. 327 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17729. Acesso em 16 out. 2021.

EICHLER, M. L.; PINO, J. C. D. Museus virtuais de Ciências: uma revisão e indicações técnicas para o projeto de exposições virtuais. Renote - Novas Tecnologias na Educação, v. 5, n.2, p. 3-13, 2007. https://doi.org/10.22456/1679-1916.14377

FALKENBERG, M. B.; MENDES, T. P. L.; MORAES, E. P.; SOUZA, E. M. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 19, n. 3, p. 847-852, mar. 2014.https://doi.org/10.1590/1413-81232014193.01572013PMid:24714898

FIGUEREDO, R. C. Educação em Saúde na Escola: atuação dos educadores e colaboração do enfermeiro. 2015. 115 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal de Goiás, Goiás, 2015. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tede/5334/5/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20-%20Rog%c3%a9rio%20Carvalho%20de%20Figueredo%20-%202015.pdf. Acesso em: 16 Mai 2021.

LABARCE, E. C.; BASTOS, F. La historia de Carlos Chagas como recurso para la formación de profesores de biología: algunas posibilidades. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 14-24, 2014. DOI: 10.14483/23464712.5094. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/5094. Acesso em: 22 mar. 2022.

MARTINS, G. A.; SILVA, D. M. Museu, Educação e o Covid-19: uma abordagem teórica dos acervos digitais em meio ao isolamento social. Boca: Boletim de Conjuntura, v. 2, n. 4, p. 55-59, 2020.

MORAN, J. Educação Híbrida: um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p. 27-46.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C.; RAMOS, M. G. Pesquisa em Sala de Aula: fundamentos e pressupostos. In: MORAES, R.; LIMA, V. M. R. Pesquisa em Sala de Aula: tendências para a educação em novos tempos. 3 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012. p. 11-20.

MOREIRA, M. A. Mapas conceituais e aprendizagem significativa. Cadernos de Aplicação, Porto Alegre, v. 11, n. 2, p. 143-156, 1998.

MOREIRA, M. A. Mapas Conceituais como Instrumentos Didáticos, 2006. Disponível em: http://www.if.ufrgs.br/cref/mapas/didaticos.html. Acesso em 08 out. 2021.

NASCIMENTO, C. M. P.; SILVA, D. F.; VALENTE, M. E. A. A Divulgação da Astronomia por Museus e Centros de Ciências por Meio da Internet. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS - ENPEC; 2007, Florianópolis. Anais... Florianópolis, 2007. Disponível em: http://nutes.ufrj.br/abrapec/vienpec/CR2/p1096.pdf. Acesso em 08 out. 2021.

PAULA, M. C.; LARA, I. C. M. Museu Interativo: uma possibilidade de alfabetização científica. In: ROCHA FILHO, J. B.; BORGES, R. M. R.; GESSINGER, R. M; LARA, I. C. M. (Orgs.). Parcerias entre Escolas e um Museu Interativo: contribuições à cultura e educação cientifica e tecnológica. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014, p. 51-57.

PINTO, T. A. F. A Visita de Estudo Virtual como Estratégia Pedagógica: uma experiência no 1.º ciclo do ensino básico. Dissertação (Mestrado em Curso de Mestrado em Didática das Ciências da Natureza e Matemática) - Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal, 2015. Disponível em: https://recipp.ipp.pt/handle/10400.22/7918. Acesso em 08 out. 2021.

PIRES, C. F. F. O Estudante e o Ensino Híbrido. In: BACICH, L; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p. 81-88.

RAMOS, M. G. Educar pela pesquisa é educar para a argumentação. In: MORAES, R.; LIMA, V. M. Rosário (Orgs.). Pesquisa em Sala de Aula: tendências para a educação em novos tempos. 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004, p. 25-49.

RIO GRANDE DO SUL. Orientações à Rede Pública Estadual de Educação do Rio Grande do Sul para o Modelo Híbrido de Ensino, 2020. Disponível em: https://educacao.rs.gov.br/upload/arquivos/202103/03154054-2021-orientacoes-a-rede-publica-estadual-de-educacao-do-rio-grande-do-sul-para-o-modelo-hibrido-de-ensino.pdf. Acesso em 16 mai 2021.

SANTOS, G. V.; FALAVIGNA, G. Uso de Museu Virtual como Recurso Didático para Auxiliar o Processo de Ensino e Aprendizagem de Ciências e Química para Alunos da EJA. In: COLÓQUIO LUSO-BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO - COLBEDUCA; 2018, Braga e Paredes de Coura/Portugal. Anais... Braga e Paredes de Coura/Portugal, 2018. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/colbeduca/article/view/11455. 2018. Acesso em: 08 out. 2021.

SCHWARTZ, S. De Objetos a Sujeitos da Relação Pedagógica: a pesquisa na sala de aula. In: MORAES, R.; LIMA, V. M. R. (Orgs.). Pesquisa em Sala de Aula: tendências para a educação em novos tempos. 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 159-161.

SCUISATO, D. A. S. Mídias na educação: uma proposta de potencialização e dinamização na prática docente com a utilização de ambientes virtuais de aprendizagem coletiva e colaborativa, 2016. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2500-8.pdf. Acesso em 08 out. 2021.

SILVA, R. A.; CAMARGO, A. L. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. Ensino Híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p. 169-190.

SOARES, C. T. S.; SILVA, A. M. M. Escolha e Controle em um Ambiente Museal: um estudo com professores de ciências. Investigações em Ensino de Ciências, v. 18, n. 1, p. 117-198, 2013.

SOUZA, A. C. S.; SOUZA, F. V. Uso da Plataforma Google Classroom como Ferramenta de Apoio ao Processo de Ensino e Aprendizagem: relato de aplicação no ensino médio. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Licenciatura Plena em Ciência da Computação) - Universidade Federal da Paraíba, Mamanguape, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/123456789/3315/1/ACSS30112016.pdf. Acesso em 08 out. 2021

Cómo citar

APA

Cazzanelli, P., y Silva, R. S. da. (2023). Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, 18(2), 244–256. https://doi.org/10.14483/23464712.19139

ACM

[1]
Cazzanelli, P. y Silva, R.S. da 2023. Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. 18, 2 (may 2023), 244–256. DOI:https://doi.org/10.14483/23464712.19139.

ACS

(1)
Cazzanelli, P.; Silva, R. S. da. Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula. Góndola Enseñ. Aprendiz. Cienc. 2023, 18, 244-256.

ABNT

CAZZANELLI, Paola; SILVA, Rodrigo Sychocki da. Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula. Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 244–256, 2023. DOI: 10.14483/23464712.19139. Disponível em: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/19139. Acesso em: 16 jun. 2024.

Chicago

Cazzanelli, Paola, y Rodrigo Sychocki da Silva. 2023. «Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias 18 (2):244-56. https://doi.org/10.14483/23464712.19139.

Harvard

Cazzanelli, P. y Silva, R. S. da (2023) «Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula», Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, 18(2), pp. 244–256. doi: 10.14483/23464712.19139.

IEEE

[1]
P. Cazzanelli y R. S. da Silva, «Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula», Góndola Enseñ. Aprendiz. Cienc., vol. 18, n.º 2, pp. 244–256, may 2023.

MLA

Cazzanelli, Paola, y Rodrigo Sychocki da Silva. «Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias, vol. 18, n.º 2, mayo de 2023, pp. 244-56, doi:10.14483/23464712.19139.

Turabian

Cazzanelli, Paola, y Rodrigo Sychocki da Silva. «Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula». Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias 18, no. 2 (mayo 5, 2023): 244–256. Accedido junio 16, 2024. https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/19139.

Vancouver

1.
Cazzanelli P, Silva RS da. Ciência Brasileira e Educação em Saúde: Relato de uma Prática de Ensino Envolvendo Pesquisa na Sala de Aula. Góndola Enseñ. Aprendiz. Cienc. [Internet]. 5 de mayo de 2023 [citado 16 de junio de 2024];18(2):244-56. Disponible en: https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/19139

Descargar cita

Visitas

126

Dimensions


PlumX


Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.
Loading...